Práticas esportivas

Como manter a consistência dos treinos durante o lockdown?

single image

Ansiedade, medo, nervosismo, desânimo… Voltar à estaca zero do isolamento após um ano de pandemia, traz diversos impactos na vida de qualquer pessoa. Quando o assunto são os atletas, sejam eles amadores ou profissionais, essas consequências podem ser ainda mais fortes. Para diminuir tais sensações, é indicado que a rotina ativa continue, mesmo que em casa, porém, como manter a consistência durante os treinos no lockdown?

De acordo com Wellington Caldeira, professor de educação física e treinador, tais impactos podem ser percebidos na vida dos atletas profissionais pela falta de competições oficiais, o que acaba afetando o rendimento de forma negativa. Já para os amadores, a falta de eventos esportivos e a impossibilidade de realizar treinos coletivos têm favorecido uma menor aderência aos treinos, sendo que em muitos casos ocorre até mesmo o abandono da atividade. Em ambas as situações, há ainda o fator psicológico: “Há também os impactos psicológicos, devido à mudança de rotina e, no caso dos profissionais, podemos citar também a dificuldade de obter patrocínios e mantê-los.”, explica.  

Apesar das adversidades, Wellington pontua que há, sim, como diminuir as consequências. Uma dica para isso é acompanhar as mudanças, tanto do lado dos treinadores, que podem oferecer aulas on-line e montar treinos indoor, quanto para os atletas que têm a chance de treinar mesmo em casa. 

Diminuindo os impactos do isolamento social 

Para Wellington, os benefícios de manter a rotina ativa em casa são inúmeros, como o controle do peso corporal, melhora da disposição, melhora da qualidade do sono, controle da ansiedade, aumento da autoestima e a melhora da imunidade, que em tempos de pandemia se tornou, mais do que nunca, fundamental. Ou seja, temos benefícios biopsicossociais cientificamente comprovados. 

Isso significa que os ganhos vão bem além do físico, equilibrando corpo, mente e trazendo bem-estar como um todo. “É cientificamente comprovado que os exercícios atuam de forma fisiológica na saúde física e mental, regulando os hormônios do corpo, favorecendo a sensação de bem-estar e melhorando a qualidade de vida.”, ressalta o personal que também frisa que a falta do exercício provocado pelo lockdown age no organismo, mas com efeito contrário, gerando mal estar, ansiedade, estresse, qualidade ruim do sono, diminuindo a qualidade de vida e também a imunidade. 

Treino no lockdown

Quanto aos os exercícios mais indicados para se fazer em casa, o personal ressalta que para cada especificidade, existe uma modalidade. Portanto, a primeira estratégia para treinar no lockdown é ter exercícios prescritos por um profissional de educação física, pois é ele quem irá traçar o melhor plano de acordo com objetivos e necessidades do aluno, o que vai favorecer uma aderência maior ao exercício, de forma segura, fazendo com que obtenha todos os benefícios da atividade desempenhada.

Para tanto, é preciso que as metas e estratégias sejam traçadas apenas após uma boa avaliação (anamnese). “Os profissionais de educação física devem prescrever exercícios de acordo com os objetivos e necessidades do aluno, principalmente atividades que irão gerar aderência. Utilizando o peso corporal ou equipamentos que o aluno tenha disponível em sua casa.”, indica Wellington. 

Outro ponto a ser observado, segundo o profissional, é que apesar da diferença entre treinar em casa e nas academias, é possível, sim, adaptar os treinos para obter os mesmos benefícios fisiológicos. “A grande diferença é o convívio social desses locais, que devido ao isolamento, se perde em casa. Na prática tenho observado uma maior dificuldade na aderência, a falta de interação durante os exercícios, mudança de rotina, falta de um profissional dando todo o suporte são fatores que atrapalham o treino em casa.”, alerta. 

Já quando o assunto é qual o tipo de treino mais indicado para cada objetivo, o personal salienta que não existe receita de bolo e independente se a ideia for emagrecimento, hipertrofia, performance ou saúde, o primeiro passo é pensar em como gerar aderência ao exercício físico, pois somente com a regularidade será possível conquistar seus objetivos. Isso quer dizer que é essencial avaliar de forma individual cada aluno. Por isso é importante um profissional de educação física para avaliar e prescrever os exercícios, onde o mesmo vai utilizar as variáveis do treinamento para elaborar um treino leve, moderado ou intenso.”, aponta. 

Além do plano realizado por um profissional, o atleta deve ter em mente ao praticar exercício em casa, que deverá seguir as recomendações e indicações profissionais, tudo isso vai favorecer a melhora da performance e minimizar o risco de lesões. “Na realidade os benefícios serão enormes desde que os exercícios sejam prescritos por um profissional de educação física, que fará todos os ajustes para minimizar o risco de se machucar.”, complementa Wellington. 

A dica, portanto, tanto para quem está começando, quanto para os veteranos que pretendem aumentar a performance em casa é sempre treinar à luz de indicações profissionais. “Independente do seu estágio de treino, o profissional de educação física saberá ajustar os exercícios de acordo com esses objetivos”, finaliza o profissional, frisando a importância de programas individuais, já que cada atleta é único, com necessidades e objetivos distintos, o que resulta em atividades personalizadas para que o aluno obtenha todos os benefícios do exercício físico com segurança.

Conheça o profissional

treinador Wellington LuisWellington Luís Caldeira, tem 40 anos e é professor de educação física e treinador formado pela Universidade UNIVERSO Salgado de Oliveira J.F/MG. Também trabalha com treinamento resistido e corrida de rua, além de sua consultoria própria (Caldeira Consultoria). Wellington faz parte do Projeto Corra (TREINUS) e devido a pandemia atua no momento em consultorias on-line, uma nova forma de trabalho em que acredita que está a crescer cada vez mais.

Deixar um comentário

Fique tranquilo que não publicamos o seu endereço de email.

Posts relacionados