Posted in:

Como funciona a creatina? Para que ela serve?

Você utiliza a Creatina para melhorar a sua performance e desempenho nos esportes? Saiba mais sobre esse suplemento aqui!

Como funciona a creatina? Para que ela serve?
Este texto te ajudou?

A creatina tem ganhado cada vez mais usuários entre os atletas e esportistas. Ainda que seja produzida naturalmente pelo nosso organismo há uma série de dúvidas e questões sobre a ingestão (ou não) desse suplemento. Nesse artigo você poderá entender melhor o que é a creatina e como ela pode te auxiliar na sua rotina de treinos.

O que é a creatina?


A creatina é um ácido orgânico produzido pelo nosso corpo através do fígado. A creatina é produzida a partir de três aminoácidos: a metionina, glicina e arginina que posteriormente são armazenados nas fibras dos músculos.

Na hora da realização das atividades físicas a creatina é liberada em forma de energia e se torna um importante combustível que age de forma imediata no organismo. A creatina é importante tanto para atividades de extrema demanda física, como também para as que são de curta duração.

Suplementação com creatina

Quando ingerida como suplemento a creatina aumenta as reservas de fosfocreatina musculares e pode incrementar a capacidade de realização de exercícios de alta intensidade e também ajuda na recuperação do organismo. A suplementação com creatina pode ajudar a atingir treinamentos de maior qualidade de logo aumentar o rendimento dos atletas e esportistas. Mas é importante ficar atento, pois o efeito pode variar de pessoa para pessoa.

O uso da creatina é autorizado pelo comitê olímpico internacional. Por isso o uso de suplementação por creatina não oferece riscos para a saudade desde que seja consumida em dosagem correta. Nesse caso é essencial fazer a suplementação com acompanhamento de profissional especializado no assunto.

Como funciona a creatina? Para que ela serve?

A principal função da creatina é dar e recuperar energia muscular de forma rápida. Por isso ela é muito utilizada entre os atletas (principalmente os de elite), mas também entre pessoas que desejam aumentar a massa muscular em academias e outras práticas esportivas.

A creatina tem quatro funções principais em nosso corpo:

Regeneração: ativação de massa muscular para melhor desempenho físico.

Transporte de celular: cumpre com a função de levar as células que produzem nossos músculos.

Equilíbrio: a creatina mantém o PH do sistema muscular.

Regulação: mantém o nível energético equilibrada, mantendo a glicose como principal componente.  

Benefícios da creatina.

Existem muitas discussões sobre a eficácia ou não da creatina. Mas estudos comprovam que quando tomada de forma adequada é possível obter resultados. Porém, somente o consumo de creatina não garante nada. Mais que isso: quando não utilizamos nosso organismo expulsa a substância através da urina. Por isso, o uso de creatina deve ser feito apenas por quem pratica atividades físicas, caso contraria estará sobrecarregando o fígado.

Aumento de Força

Para quem pratica exercícios anaeróbicos (levantamento de peso, sprint, etc …) é possível alcançar ganho ou nivelado para o crescimento muscular. A creatina funciona como combustível para fornecer a energia extra necessária para se recuperar e aumentar a força que precisamos .

São nos exercícios anaerobiose que a creatina tem os maiores efeitos e benefícios.

Ganho e aumento no volume muscular 

Ingerir a creatina ajuda o crescimento da massa muscular mais do que quando não tomada. Desde que se faça uma dieta adequada e a ingestão de creatina de forma correta  acompanhadas dos exercícios indicados. Essa combinação garante resultado, uma vez que a síntese proteica é maior e poderá apresentar  melhores resultados.

Aumentar a resistência

Isso é verdade. Porém,  apenas em exercícios anaeróbios de alta intensidade, mas em um curto período de tempo. Em exercícios onde há uma longa duração, não há grandes diferenças quem toma e quem não toma o suplemento.

Recuperação de energia muscular de forma mais rápida

A creatina tem um papel importante na recuperação.  A creatina é fundamental, pois potencializa os níveis de fosfato de alta energia e multiplica o glicogênio muscular. Porém, você deve saber que para um processo correto de recuperação muscular, a melhor coisa é sempre combinar uma dieta equilibrada rica em carboidratos com o consumo de muitos líquidos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.