Práticas esportivas

Pedalar parado também traz resultados! Conheça a prática de Spinning (Ciclismo Indoor)

single image

Com grande apreço popular nas academias, o spinning (ou como alguns chamam, detonador de calorias) é uma prática ‘estática’ do ciclismo convencional. Com inúmeros benefícios, desde o aumento da resistência até o fortalecimento muscular, essa modalidade vem conquistando muitos, seja pela sua prática coletiva ou pela proposta.

O que é spinning?

Spinning ou Ciclismo Indoor é uma atividade que está no conjunto das práticas do ciclismo, onde a pessoa que realiza o esporte usa uma bicicleta ergonômica para fazer uma sequência de exercícios, normalmente coreografados em ritmos de músicas.

Se trata de uma prática extremamente motivadora e que busca, através da coletividade, o ânimo para pedalar por cerca de 40 minutos, queimando muitas calorias! A atividade irá simular trajetos que envolvem descidas e subidas, como se o ciclista estivesse realmente pedalando pelas ruas, em sincronia com o ritmo e batida da música ao fundo, tendo como auxílio um instrutor.

Características

Como já dito, algumas características fortes do spinning são:

  • Uso de uma bicicleta ergonômica em ambiente preparado.
  • Cadência de exercício simulando subidas e descidas.
  • Música para dar ritmo.
  • Prática coletiva, normalmente com mulheres.

Entrando em outras características do ciclismo indoor, a bicicleta consegue ser adaptada para diferentes níveis de esforço, conforme o condicionamento físico e preparo da pessoa. Sendo assim, ao moldar as necessidades do ciclista na bicicleta, ele irá melhorar a sua agilidade, força nos músculos e até a sua flexibilidade. 

Além disso, o spinning ajuda muito nas questões cardiovasculares por ser um exercício aeróbico. Sem contar que ele é pensado para aqueles que não querem ficar sozinhos ou entediados com treinos convencionais.

Quem pode praticar spinning?

O spinning é uma modalidade que, de maneira geral, não apresenta muitas contraindicações. Seu principal pré-requisito é que o praticante tenha boas condições de saúde e que as articulações e coluna estejam sem problemas, pois é exigido bastante dessas regiões. Para verificar o caso de cada pessoa, o ideal é ser avaliado por um médico, pois assim, seguindo suas recomendações, é fácil evitar que o corpo sofra danos.

Caso tenha algum problema no joelho, consultar um ortopedista garante que a região não seja lesionada, ou, se for o caso, ele pode aconselhar a utilizar a prática de spinning como um exercício para fortalecer o local.

Tomar as devidas precauções ajuda a manter a qualidade de vida, mas mesmo que você tenha algum empecilho, saiba que pode ser resolvido com o devido acompanhamento. O que pode acontecer são algumas dores no início da prática, mas depois elas desaparecem pelo costume, gerando tonificação da região muscular da perna.

A única ressalva vai para a intensidade, como é uma simulação de ciclismo, pratique de forma moderada e não extrapole o seu limite, pois, caso exagere, poderá gerar problemas ocasionados pelo excesso!

Como praticar spinning?

A primeira coisa a se fazer para praticar spinning é verificar a disponibilidade de turmas e vagas nas academias que possuem essa modalidade e estrutura adequada para o esporte. Após, consulte o instrutor para ajudar no posicionamento da bicicleta, para assim conseguir regular:

  • Altura do banco, tanto para ficar com os pés perto do pedal, quanto a posição dele, não estando muito para frente ou para trás.
  • Guidão, para não ficar desconfortável, além de deixá-lo em altura maior que o banco, para assim evitar lesões pela má regulagem.

Os demais preparados para a prática envolvem o ânimo e consciência, pois como ela é baseada em ritmo de música, é preciso ‘estar acordado’ para não perder nada!

Como são as aulas de spinning?

As aulas de spinning são guiadas por um instrutor, o qual posiciona uma bicicleta em frente aos praticantes para passar os movimentos e velocidades de cada etapa da aula. Isso permite que os alunos vejam de maneira adequada o que precisa ser feito, evitando erros, além do instrutor ter visibilidade e averiguar se todos estão praticando de forma correta.

No decorrer da aula as orientações começam a surgir, indicando posição e intensidade para os movimentos. Como dito, quase sempre esses serão baseados no ritmo da música que está de fundo.

Normalmente as aulas são dividas em grupos. Cada grupo possui praticantes com fase de condicionamento físico semelhante, chamadas também de zonas de energia (níveis de condicionamento).

Acessórios do spinning

Para a prática ficar mais confortável, é necessário alguns acessórios para a segurança no spinning. A começar por uma toalhinha, sempre tenha ela em mãos para evitar excesso de suor no rosto, além de impedir que suas mãos escorreguem no guidão.

E para manter o corpo ativo, carregue consigo uma garrafinha d’água para não desidratar, ou isotônico, caso precise repor sais minerais se a prática for intensa.

Por fim, um acessório que é opcional em algumas academias é uma sapatilha especial para ciclistas profissionais. Ela possui o solado duro, fazendo com que não ocorra desperdício ou desgaste na transferência de força do pé para o pedal, como pode ocorrer com o tênis convencional.

Tipos de treinos no spinning

Dentro do spinning existem treinos específicos para cada perfil, mas todos seguindo a mesma base de intensidade e ritmo coreografado com as músicas. Dentre os treinos, podem ser apresentados 4 diferentes. São eles:

Treino Endurance

atleta praticando o treino endurance

É um treino direcionado para a baixa intensidade, que consiste em ficar sentado a maior parte do tempo mantendo o mesmo ritmo. Como impacto a frequência cardíaca fica constante, então dá pra perceber que é uma aula tranquila com velocidades moderadas.

Treino de Força

atleta praticando o treino de força

O treino de força é um estilo que pode variar em 3 fases:

  • Contínuo: mesma carga e ritmo.
  • Crescente: aumenta a carga e mantém o ritmo.
  • Decrescente: mantém a carga e aumenta o ritmo.

Essa é uma prática que acostuma o praticante com variações, então ajuda na resistência e força muscular.

Treino Intervalado

atleta praticando o treino intervalado no spinning

O treino intervalado é uma modalidade do spinning que alterna picos de baixa e alta intensidade com a duração controlada pelo relógio. A frequência cardíaca varia, seguindo os picos do treino. É um estilo que queima muitas calorias, além de tonificar os músculos e potencializar o sistema cardiorrespiratório.

Treino de Fartlek

atletas praticando o treino fartlek no spinning

É o estilo que mistura essas e outras modalidades. Seguindo a tradução da palavra, o objetivo do Fartlek é fazer um jogo de velocidade, então serve para alternar a intensidade ao longo de uma aula de spinning.

Benefícios do spinning

Como dito, a prática de spinning pode agregar inúmeros benefícios na vida de quem o pratica, então não há desculpas para começar a prática e ter resultados no seu corpo e saúde. Conheça 6 benefícios dessa atividade:

1. Tonifica os músculos

Por estimular a musculatura da perna, um dos resultados é a tonificação de toda essa área, incluindo os músculos das coxas, panturrilha, glúteos e podendo chegar até o abdômen. Para isso é necessário práticas regulares, além de variar nos treinos com mais intensidade no decorrer do tempo, dificultando também a sua pedalada para trabalhar diferentes sequências musculares da região.

E caso seja iniciante, peça auxílio para o professor regular a sua intensidade, não trabalhe de forma isolada ou de qualquer jeito.

2. Melhora a respiração 

Por ser uma prática aeróbica, além de queimar muitas calorias, o spinning irá fortalecer o sistema cardiovascular e melhorar a sua respiração. Isso irá ocorrer pela necessidade de controle do ritmo nas aulas, tanto pela intensidade da pedalada como pelo tempo.

Além disso, por exigir muito do praticante, as aulas irão auxiliar a acelerar o metabolismo, assim como os batimentos cardíacos, aumentando a resistência e evitando doenças do coração!

Por ser preciso uma sincronia do corpo, pedalada e música, ao decorrer das aulas iniciais uma melhora significativa da resistência estará presente. Ademais, esse equilíbrio faz com que o seu organismo gere um ‘fluxo de energia’ de forma intensa, a favor das funções vitais do seu corpo.

3. Define a musculatura

Como dito, esse é um esporte intenso. Por isso, um dos benefícios do spinning é o trabalho em excesso da musculatura das pernas e dos glúteos. Desse modo, também em curto tempo de aula é possível perceber a tonificação. Contudo é necessário esforço.

Tal mudança em pouco período de tempo acontece pelo ritmo acelerado das aulas, com as simulações de subidas e descidas em uma bike!

Isso também ajuda a melhorar a autoestima de alguns praticantes, pois ajuda a emagrecer e ficar em forma física. Essa é a opção ideal caso queira muito resultado em pouco tempo, contudo com bastante dedicação!

4. Alivia o estresse

Provavelmente você está numa rotina extremamente agitada, com muitas cobranças e tarefas. Um dos impactos pode ser o ganho de peso pelo estresse. Desse modo, praticar spinning ajuda a aliviar essa tensão que está sendo criada em rotinas modernas.

A prática também ajuda na qualidade de vida, evitando que o cansaço tome forma, evitando o sedentarismo e doenças do coração.

Como a maioria das práticas, a atividade física irá ajudar para que seu corpo libere serotonina, hormônio, de conhecimento popular, do bem-estar e felicidade. Assim, sono regular, relaxamento e bom humor são algumas das qualidades que essa prática irá oferecer.

5. Queima calorias

Aqui está um dos grandes (senão o melhor) benefícios do spinning. Pelo árduo esforço das simulações, uma aula de ciclismo indoor pode chegar a queimar até 800 calorias. Com isso, caso goste de aulas coletivas e divertidas, essa é uma ótima alternativa para investir um tempo. E o tempo é outro aliado, pois as aulas duram em torno de 40 minutos, sendo fácil de encaixar na rotina.

É importante também lembrar sobre a hidratação. O praticante irá gastar muita energia, além de suar. Com isso, leve sempre uma toalha para tirar os excessos e água ou isotônico para repor a energia.

6. Permite socializar

Como último benefício, o spinning ajuda na socialização. Caso queria fazer alguma atividade mas quer uma companhia, esse esporte é a aposta certa! Por ser uma prática coletiva, o que não irá faltar são pessoas para te acompanhar. Ainda, você irá conhecer novas pessoas, formando novas amizades e pertencendo a novos grupos.

Se os seus amigos do dia a dia não querem realizar o esporte, encare uma aula e veja o impacto da interação grupal! Ou caso esteja em uma nova rotina e ainda não tenha amigos na nova cidade, esse esporte pode abrir novas oportunidades. O importante é ir em uma aula!

Cuidados ao praticar spinning

Como o spinning é uma prática que exige tanto do praticante como da coletividade nas aulas, se for o seu primeiro contato com a modalidade, alguns cuidados precisam ser tomados ao praticar.

O primeiro é estar em uma turma com o mesmo ritmo e condicionamento físico, pois se for à aula experimental, não ache que vai conseguir manter alta intensidade e acompanhar aqueles que praticam por meses. Isso pode ocasionar lesões e fraturas, então converse com o instrutor para o máximo de adaptação possível quando for praticar.

Outra questão é postura e pedalada, então esteja seguro ao praticar. Verifique com o instrutor se o modo que executa os exercícios está adequado, ou caso não esteja seguro, peça para ele verificar sua performance ao longo da aula. A prevenção é a sua melhor amiga nesse momento!

Por fim, busque por medidas de segurança, como frear a bike, por exemplo. Por ser um equipamento que não é comum para todos, esteja atento aos detalhes e como executar cada atividade de forma correta. O início da prática pode ser meio desafiador, mas nada que a persistência não garanta uma alta performance em pouco tempo!

E como todo esporte exige cuidados, não esqueça de se aquecer antes da prática e alongar ao terminar seu treino. Invista no bem-estar e evite danos ao corpo.

Preparado para pedalar até cansar?

Agora com todo o conhecimento básico para praticar spinning, está na hora de investir nesse esporte. Procure um espaço que possibilite a prática da atividade, tornando sua rotina e seus hábitos mais saudáveis.

E vale destacar que o índice de lesões nessa prática é baixo, o que torna esse exercício apto para todas as idades. Contudo, a ressalva ainda é ter um auxílio médico e confirmar se o spinning é o ideal para você.

Espero que tenha gostado do conteúdo! E não se esqueça de compartilhar nas redes sociais!

Deixar um comentário

Fique tranquilo que não publicamos o seu endereço de email.

Posts relacionados