Para treinadores

Conheça os principais fatores que impactam a rotatividade de atletas nas Assessorias Esportivas e aprenda a lidar com eles

single image

Sabemos que em muitos casos as assessorias não entendem porque a rotatividade de seus atletas é tão grande. E muitas vezes, essas assessorias nem ao menos acompanham essas saídas e entendem elas como um problema.

Existem vários motivos pelos quais um atleta pode querer se desligar da sua assessoria e ficaria inviável tentar descrever todos eles. Em alguns casos, os atletas apenas passam por algum problema pessoal ou financeiro que os impossibilitam de continuar treinando, por exemplo.

Porém, de modo geral, existem diversos fatores que estão ao seu controle e que a sua assessoria pode ajustar para evitar um desligamento desnecessário no seu negócio. Acompanhando as assessorias parceiras da Treinus eu listei 5 principais motivos mais recorrentes que impactam nesse índice e vou explicá-lo para você:

1. Falta de acompanhamento individualizado

Esse é um dos maiores problemas que impactam na saída de atletas das assessorias. A falta de tratamento e cuidado personalizado com o atleta passa uma ideia de trabalho ruim ou sem valor. Assessorias com baixo índice de rotatividade sempre tem um contato próximo ao atleta e criam estratégias de engajamento como eventos, “aulões”, excursões, etc.

2. Falta de profissionalização da assessoria

Deixar a assessoria sem estruturação, divisão de tarefas e cargos, deixar de unificar funções na plataforma de gestão da equipe; transmite uma imagem de desorganização e falta de compromisso. Os atletas percebem isso e, pode não ser fator determinante de saída num primeiro momento, mas num futuro, se a concorrência oferecer um serviço diferenciado, esse atleta não hesitará em trocar de assessoria.

3. Valores dos planos de treinamento

Um dos pontos mais delicados na opinião de muitos. A precificação do serviço nem sempre é fácil, e devido à grande concorrência no mercado, fica difícil ter um equilíbrio entre a expectativa da assessoria/treinador e o quanto o atleta está disposto a pagar.

Partindo do pressuposto que o atleta também não tem uma noção clara do que irá ganhar nessa troca, o grande “X” da questão está em mostrar para ele todos os diferenciais que possam existir. Você precisa deixar claro para o atleta porque é melhor estar na sua assessoria e não na concorrente.

Alguns exemplos diferenciais que você pode trabalhar nos seus planos: benefícios extras, inscrições em eventos, parcerias com lojas ou cinemas, parcerias com outros profissionais da saúde etc. Dessa forma, o fechamento do plano ficará mais fácil e o relacionamento da assessoria com o atleta ficará mais transparente e benéfico para ambos lados.

4. Formas e opções de pagamento

Sabemos que hoje a praticidade é primordial em qualquer relação de mercado, com os atletas da sua assessoria não é diferente. Deixar de oferecer opções diversas de pagamento para o atleta, pode gerar insatisfação. Neste caso, o que pode ser bom e gerar facilidade para a assessoria, pode gerar transtornos para o atleta.

O importante nessa relação é encontrar um ponto de equilíbrio entre o que a assessoria e os atletas precisam. Hoje em dia, grandes plataformas de Gestão para Assessorias Esportivas, como a Treinus, disponibilizam diferentes opções de pagamentos para você disponibilizar para seus atletas.

É importante não ficar preso nas ideias tradicionais como a transferência bancária ou depósito em conta, elas funcionam até certo ponto. Entenda que as pessoas querem comodidade na hora do pagamento, e quanto mais fácil for comprar e pagar os seus planos, mais chances eles têm de serem comprados.

5. Contatos regulares e personalizados

Não limite o contato com o atleta apenas na prescrição de treinos e Feedbacks. É claro esses momentos são mais que essenciais, mas não devem ser os únicos. Abrir o leque para outros assuntos, torna o seu trabalho mais humanizado principalmente para atletas que treinam à distância.

Por isso, busque saber quais as marcas de tênis e roupas esportivas seus atletas mais gostam, conheça um pouco sobre o gosto pessoal de cada um, procure entender quais assuntos mais os engajam etc. Isso te dará munição para se relacionar melhor com seus atletas e fidelizá-los por mais tempo.

Agora que você ficou por dentro de alguns motivos que impactam no crescimento da sua assessoria, planeje, trace metas para o alcance dos objetivos, defina prazos e tente oferecer algo novo para o seu mercado. Lembre-se, a sua necessidade é diferente da necessidade do outro, portanto, abra sua mente e conquiste sua fatia no mercado com ideias inovadoras.

Quer mais dicas como essas? Então cadastre-se na Newsletter da Treinus para receber as novidades no seu e-mail.

Deixar um comentário

Fique tranquilo que não publicamos o seu endereço de email.

Posts relacionados