Qualidade de vida

Como o relógio biológico influencia na prática esportiva?

single image

Já parou para pensar que muitos fatores influenciam a sua rotina esportiva e, entre elas, uma boa noite de sono e a energia suficiente para realizar as atividades são primordiais para não ficar cansado ou ter indisposição na hora de treinar? Bom, um ponto que auxilia nesse processo é o relógio biológico, que tem algumas relações com o esporte.

Saber o horário do treino, ter uma boa noite de sono e conhecer o terreno que pratica a atividade são fatores que influenciam no rendimento esportivo. Além disso, é assim que se consegue perceber as relações do relógio biológico no esporte! 

Por acaso você sabe como eles se interligam e como é possível usar os exercícios físicos para um melhor rendimento do seu corpo? Fique aqui para descobrir como!

O que é relógio biológico?

Você já deve ter notado que atletas buscam regrar a rotina diária para melhorar o desempenho esportivo. Desde horários de alimentação e treino, uma boa noite de sono e atividades para a qualidade de vida, eles deixam tudo planejado para ocupar as 24 horas do seu dia.

E toda essa preocupação e organização são fatores que influenciam no que pode ser definido como relógio biológico, sendo este um processo natural de nós todos temos, que ajuda a regular não só o organismo, mas em como o corpo vai trabalhar durante o dia.

Tudo ao nosso redor acaba nos influenciando, então uma boa noite de sono, por exemplo, garante disposição e energia para a rotina. O esporte, ao ser praticado com frequência, ajuda a manter a saúde do corpo e evitar o sedentarismo. São diversas relações que podemos estabelecer, podendo ser boas ou não.

E qual a importância de saber isso? O relógio biológico é uma função do corpo humano para ajudar a entender o dia, então ele vai regular na atividade corporal durante as 24 horas que vivemos diariamente. E para que isso aconteça, um dos fatores considerados principais é a importância da luz, pois é ela que nos faz entender, por exemplo, se é dia ou noite.

Relógio biológico no dia a dia

Estabelecido o sentido do relógio biológico, agora precisamos entender como ele funciona na rotina. Já percebeu que seu corpo vai ter um certo tipo de disposição a cada hora do dia e que algumas pessoas vão se diferenciar totalmente da sua realidade? Então, esse mecanismo corporal conhecido como relógio biológico vai acertar as funções do seu corpo para que ele tenha harmonia durante o dia. E não só isso, mas para que também mantenha a sua saúde em bom estado.

Ao olhar as pessoas que guiam a rotina pela manhã, é comum que estejam cansadas em um primeiro momento e que tenham picos de energia a partir da tarde. Outros já conseguem guiar o dia a partir do momento que acordam e já ficam esgotados a noite. Cada pessoa vai reagir aos estímulos do dia de uma maneira diferente, e o mesmo não será diferente para o atleta, pois em cada horário da sua rotina, o corpo terá melhores resultados com a prática.

Em resumo, o relógio biológico vai ser alertado para realizar diversas atividades, como liberação de hormônios, regular a temperatura do corpo, do consumo energético e por assim adiante. E tudo isso pode ser ajustado (ou otimizado) com a prática esportiva!

O relógio biológico no esporte

Uma rotina esportiva ativa garante benefícios que você já conhece: melhora a disposição, otimiza a saúde e garante qualidade de vida; os impactos irão variar de acordo com a intensidade e dedicação que cada um estabelece com os exercícios físicos.

E claro, a atividade física vai influenciar positivamente no relógio biológico. Por estar ajudando o corpo a manter-se ativo, o organismo vai trabalhar da melhor forma possível, logo, estará regulado para a sua realidade. Vale ressaltar novamente que cada corpo trabalha de uma forma e que o devido acompanhamento profissional é importante para entender os mecanismos do seu organismo.

Ou seja, o relógio biológico no esporte está ligado em como você se organiza durante o dia, não só para praticar os exercícios, mas também em como perceber os benefícios. Não adianta ter uma rotina planejada de treino, mas não ter uma alimentação ideal e uma noite de sono ruim. Tudo vai depender de como seu dia é organizado. Uma das únicas ressalvas para entender os efeitos do relógio biológico é caso o atleta realize viagens que tenham discrepâncias de horários.

Os efeitos do tempo

Se você é um atleta que viaja bastante, seja por questões de trabalho ou pelo esporte, deve ter escutado a palavra jet lag. Ela fala sobre o atraso do tempo do seu local de origem, então quando o fuso horário não está de acordo com o que está acostumado, seu relógio biológico começa a não funcionar de maneira correta.

Mas fique tranquilo, que isso é passageiro! Por estar lidando com um tempo e espaço diferente, ele precisa de adaptação (assim como tudo na vida), então não tenha preocupações em excesso. Sua rotina esportiva será afetada, mas o organismo vai buscar meios para estar de acordo com o local que se encontra.

Essa diferença que existe entre viagens é um ótimo exemplo para entender a importância do relógio biológico, principalmente no esporte, pois, em um primeiro momento, você não terá desempenho, seja pela diferença de altitude ou pela qualidade de sono que ainda não está correta.

Respeite seu corpo, entenda como ele funciona e busque por meios para que ele fique em equilíbrio. Saiba que para um bom funcionamento do relógio biológico no esporte, você atleta precisa ajudar a mantê-lo em harmonia!

Espero que tenham gostado do conteúdo! E para artigos semelhantes, não se esqueça de assinar a nossa newsletter!


Deixar um comentário

Fique tranquilo que não publicamos o seu endereço de email.

Posts relacionados