Práticas esportivas

Qual o impacto da pirâmide de atividades físicas na vida do atleta?

single image

Para ter qualidade de vida é necessário organizar sua rotina para não pecar nem pela falta e nem pelo excesso de atividades. Muitos atletas, sejam amadores ou profissionais, acreditam que a prática com alta intensidade sempre vai gerar grandes resultados, contudo, o que pode ocorrer são lesões no corpo devido ao excesso. Para melhorar a prática foram feitas pesquisas para organizar toda a rotina esportiva, surgindo então a pirâmide de atividades físicas.

A pirâmide é elaborada  usando um método para cada pessoa cumprir os exercícios físicos com o intuito de respeitar o corpo e ter a evolução necessária, dando fim ao sedentarismo.

Gostou do assunto? Então fique aqui com a gente para saber mais!

Os degraus da pirâmide de atividades físicas

Praticar muitos esportes sem o devido controle aumenta o risco de lesões e sobrecarga do corpo humano, pois ele pode não responder bem ao excesso de exercícios. Para organizar toda a base do organismo e ter a evolução necessária sem prejudicar a qualidade de vida e o rendimento de atletas, pesquisadores da Universidade de Missouri realizaram uma pesquisa para auxiliar as pessoas que estão na faixa etária entre 18 a 64 anos.

O foco é ajudar alguém que deseja ou necessita se exercitar com regularidade. A pesquisa foi elaborada seguindo as Diretrizes para Atividades Físicas do Departamento de Saúde do governo estadunidense. Quem aplica a pirâmide de atividades físicas consegue reduzir a inatividade do corpo e focar em uma rotina saudável através do esporte. 

Assim, educadores físicos e treinadores conseguem utilizar essa ferramenta para ajustar os treinos e afazeres do atleta. Através dela é possível organizar 4 etapas de uma rotina eficaz de atividades físicas, reduzindo quadros de sedentarismo e evitando doenças cardiovasculares, por exemplo.

A base do cotidiano

Nesse passo da base da pirâmide de atividades físicas, o ideal são tarefas ou afazeres que não exigem muito esforço do praticante. Ela serve para começar aos poucos alguma prática, entregando como consequência a interrupção gradativa do sedentarismo.

Inúmeras atividades podem ser feitas, pois a sua execução pode ser diária:

  • Caminhadas.
  • Ciclismo.
  • Jardinagem.
  • Subir escadas ao invés de usar o elevador.
  • Trechos extras no caminho do serviço.

O importante aqui, como toda a prática, é ter bem-estar. Desligar a televisão e fazer alguns desses exercícios já ajuda na adaptação aos esportes.

A prática aeróbica

O segundo passo da pirâmide de atividades físicas são exercícios aeróbicos que exigem uma durabilidade maior do praticante. Nessa etapa o ideal seria a prática moderada de 30 minutos diários, 5 vezes ao dia, chegando ao mínimo recomendado pela OMS, de 150 minutos de atividades aeróbicas semanais.

Nessa parte da pirâmide alguns destes exercícios podem ser realizados:

A força e flexibilidade

Neste 3° passo da pirâmide de atividades físicas estão os exercícios que a maioria das pessoas praticam: de força e flexibilidade. Eles são recomendados com uma frequência de 2 a 3 dias na semana, tendo um grande leque de variedades, como:

  • Abdominal.
  • Alongamentos.
  • Exercícios Funcionais.
  • Musculação.
  • Yoga e Pilates.

Mesmo trabalhando com um modelo onde as modalidades são encaixadas, é necessário um profissional do esporte para entender o seu caso. Não faça essa organização por sua conta!

A queda da inércia

Os exercícios citados anteriormente garantem a queda do sedentarismo, pois estarão de acordo com as práticas semanais recomendadas pelos órgãos de saúde. Para prosseguir ainda mais, algumas boas práticas podem ser feitas para sair da inatividade ou estar nela o menor tempo possível, como por exemplo:

  • Diminuir o tempo na frente da televisão ou computador.
  • Evitar ficar sentado por muito tempo (mais de 30 minutos seguidos).
  • Reduzir o tempo no celular.

Percebeu que seguindo os 3 degraus de forma gradativa e diminuindo a inatividade, seu corpo, além de gerar mais respostas para o cotidiano, vai funcionar de maneira equilibrada? O impacto da pirâmide é muito grande para aqueles que se dedicam um pouco no dia a dia.

infográfico de pirâmide de atividades físicas

Indo além da pirâmide de atividades físicas

O modelo apresentado é uma ótima ferramenta para o equilíbrio corporal. Aliado a uma boa alimentação, os resultados são maravilhosos, tanto para aqueles que treinam em casa ou não. Sendo assim, busque organizar sua rotina, além de ter algum auxílio profissional, seja de um educador físico para organizar a pirâmide ou de um nutricionista para a sua dieta.

Assim, muitas conquistas virão e uma boa qualidade de vida também. Seja criativo na sua rotina e invista em novas possibilidades.

E você, gostou do conteúdo? Não se esqueça de assinar a nossa newsletter!

Referências

A pirâmide do fitness

Deixar um comentário

Fique tranquilo que não publicamos o seu endereço de email.

Posts relacionados