Práticas esportivas

Como funciona a periodização de treinos e qual a sua importância para os resultados

single image

Muito se diz sobre como alcançar melhores resultados nos treinos. Há quem reforce a importância da alimentação, outros falam que quanto mais atividade física melhor, mas além dessas variáveis existe outro fator essencial: a periodização dos treinos.

Para o treinador e especialista em Fisiologia do Exercício, Valdecarlos Santos, para alcançar o sucesso do treinamento esportivo é fundamental a periodização. Isso acontece porque, com ela, é possível sistematizar e organizar os treinos ao invés de fazer atividades aleatórias e sem dias definidos. Essa organização leva em consideração a hidratação prévia, alimentação focada no objetivo, preparação física e mental e antecipação de surpresas e imprevistos.

Mas afinal, o que é periodização?

De acordo com Valdecarlos, a periodização é uma forma sistemática de organizar temporadas de um atleta, seja ele amador ou profissional, com intuito de melhorar a performance e alcançar metas. Tais objetivos devem ser definidos e avaliados juntamente com as métricas dispostas a eles.  “Se o atleta não faz a periodização ele acaba, às vezes, treinando muito em períodos que não precisa e quando se chega próximo a uma competição ele já esforçou tanto que o corpo está cansado e não consegue ter o resultado adequado. Por outro lado, também pode acontecer de não treinar adequadamente e chegar na prova despreparado”, conta.

Quando questionado sobre a importância da periodização também para atletas amadores, o treinador é bem claro: “Para quem quer ter resultado e treinar de verdade, para ser até considerado como treinamento, a periodização é essencial.”. Não à toa, Valdecarlos indica a estratégia até mesmo para quem não quer competir e deseja apenas estética ou uma rotina mais ativa. Segundo ele, a recomendação é sempre pensar em uma data ou escolher uma prova no período de 90 ou 120 dias e, a partir daí, buscar uma forma de alcançar o resultado esperado “Estabeleça uma meta e procure o seu treinador para organizar o treino de acordo com esse objetivo”, com essa dica, é possível construir um ciclo de treinamento com cargas e estímulos adequados, ajustes nos horários de descanso, de atividades e também alimentação para atingir o que deseja.

O treino em ciclos

A periodização tem como principal objetivo melhorar a performance e o resultado do atleta. Por meio dessa organização sistemática de atividades, é criada uma rotina de treinos com estímulos diferentes, que se alternam de acordo com o ciclo e as metas de cada praticante, seja ele amador ou profissional.

Nessa estratégia de ciclos, é levado em conta primeiramente o macrociclo, ou seja, o objetivo principal do atleta e em quanto tempo ele quer alcançá-lo, isso resulta no período de treinamento de um modo geral. Dentro dele, são divididos períodos médios chamados de mesociclo e mais curtos, denominados microciclos.

Além dos ciclos, há também os tipos de periodização, como a linear, um modelo clássico que começa com alto volume e baixa intensidade até progredir para uma intensidade mais alta e, consequentemente, baixo volume. Já a periodização ondulatória tem mudanças de intensidade e volumes alterados com frequência. “Na ondulatória, organizamos semanalmente, ora aumentando volume e intensidade, ora aumentando a intensidade e diminuindo o volume, para que ao final ambos estejam maiores.”, diz o especialista.

Para o treinador, a periodização deve ser escolhida à luz dos objetivos de cada atleta e, em casos de prática com mais de um profissional e objetivo, é preciso que haja sinergia entre a organização e rotina de treinos para que um não prejudique o outro. “Atleta de corrida não pode chegar no dia seguinte dizendo que não consegue correr porque treinou demais na musculação”, alerta Valdecarlos que deixa claro a necessidade da periodização ser cada vez mais indispensável, quanto maior seja a prática esportiva. “Às vezes na ânsia de ter um bom resultado o atleta acaba treinando muito sem fazer uma correlação entre os treinos”, explica.

Para uma boa periodização, um bom profissional

Com a periodização é possível chegar ao objetivo do atleta, com menor risco de overtraining, mas para que isso ocorra é necessário o acompanhamento de um bom profissional na hora de montar o plano.

Segundo Valdecarlos, na montagem da estratégia são levados em consideração muitos fatores, como o objetivo que se deseja alcançar, quanto tempo até atingi-lo, a disponibilidade e empenho que podem ser destinados a essa meta e qual o resultado esperado. “Cada situação é levada em conta para que o plano não seja inexequível para o aluno. Disponibilidade, objetivo, tempo para alcançar e recursos disponíveis, preferências do aluno também são levadas em conta.”, finaliza.

Conheça o treinador

Treinador Valdecarlos SantosValdecarlos Santos é especialista em Fisiologia do Exercício e treinador de corrida de rua. Sua paixão é assistir filmes e correr, atividade que virou seu lema de vida: vou te levar para correr pelo mundo.  

Siga Vandercalos no Instagram e confira as suas outras redes e contatos!

Deixar um comentário

Fique tranquilo que não publicamos o seu endereço de email.

Posts relacionados