Alimentação

Entenda como funciona uma dieta sem carboidratos e quais alimentos escolher

single image

Quando buscamos reduzir o consumo em excesso de comidas industrializadas e ter mais qualidade de vida, é comum procurar por alguma dieta sem carboidratos para ficar em forma. De uma maneira geral, esse tipo de alimentação é utilizada por pessoas que buscam o controle de peso, com o objetivo de, por exemplo, sair da obesidade. 

Assim, essa forma de alimentação acaba tendo popularidade, pela ‘facilidade’ de perder peso. Contudo, vale ressaltar que os carboidratos são uma fonte de energia fundamental para seu organismo. Então mesmo em casos de redução de gordura corporal, esse nutriente é essencial para a manutenção do seu corpo. Busque o auxílio de um profissional para entrar nesse programa alimentar, como por exemplo, um nutricionista esportivo.

Quer iniciar uma dieta sem carboidratos e não sabe por onde começar? Confira nosso artigo completo sobre o assunto!

O que são carboidratos?

Os carboidratos são fontes de nutrientes que têm a importante função de manter o funcionamento do corpo humano, dando energia para as atividades necessárias que executamos. Em termos mais técnicos, ele é conhecido como hidrato de carbono, sendo formado por hidrogênio, carbono e oxigênio. 

O corpo consegue absorver a energia do carboidrato após a liberação da glicose no sangue. De forma bem resumida é dessa maneira que o carboidrato age, nos dando a energia e sustentação necessária para as atividades do dia a dia.

Encontramos essa fonte de energia em diversos alimentos que em muitos casos nem sabemos, como as frutas (maçã e banana), cereais como aveia, farelo de trigo, linhaça e por assim adiante. Mel, pão, batata e até o arroz são outras fontes desse nutriente. 

Fica fácil perceber então que muito dos alimentos comuns e saudáveis do dia a dia nos fornecem carboidratos. E eles não são maléficos para a nossa saúde, pois acaba sendo um pouco comum pensar que a energia que precisamos é obtida apenas do açúcar ou seus derivados. 

Como funciona uma dieta sem carboidratos?

A tradução feita da dieta conhecida popularmente como sem carboidrato, na realidade não os retira totalmente do cardápio. Em inglês, a dieta tem como nome ‘low carb’, tendo a tradução livre como ‘baixo carboidrato’. Ou seja, são programas alimentícios que restringem o consumo de hidratos de carbono.

Nesse estilo de dieta, os alimentos que contém muitos carboidratos são consumidos de forma limitada e/ou substituídos por alimentos que contenham uma quantidade maior de proteínas e gorduras. Com isso, é bom pensar que uma dieta sem carboidratos não tem seu nome 100% literal.

E vale ressaltar que uma alimentação low carb não faz milagres. É preciso estar alinhado com práticas esportivas, então fique atento aos mitos e verdades sobre dieta, independente de qual seja!

Quais são os benefícios da dieta low carb?

A dieta low carb abrange inúmeros benefícios, vez que com a redução de carboidratos, novos costumes dentro do seu organismo e da sua estética surgem.

Diminui a quantidade de comida processada no cardápio

Por ter uma redução drástica na alimentação dos hidratos, algumas comidas são barradas em um primeiro momento, como as fast foods ou industrializadas. Essa redução faz com que seu organismo não processe mantimentos e conservantes, dando posteriormente, mais disposição para as atividades.

Ajuda a comer alimentos integrais e saudáveis

Com o foco agora em substituir os alimentos, frutas, grãos e verduras serão o destaque da sua dieta! Ao ingerir produtos mais naturais, por não serem processados e possivelmente orgânicos, seu corpo tem um melhor rendimento, além de não ter conservantes e outros químicos no seu organismo, pois não são comidas industrializadas.

Auxilia na redução de peso (e muito mais)

Por ser procurada em momentos para sair da obesidade, por exemplo, a dieta low carb auxilia nesse processo para a redução de peso e gordura, podendo ajudar até na diminuição de doenças cardiovasculares, como a hipertensão.

Contudo, sempre fique alerta para as dietas que busca. Enfatizamos novamente a necessidade do auxílio de um profissional, pois as vezes o caso não é nem reduzir a quantidade desse nutriente, mas sim buscar melhores fontes de carboidratos.

Quais são os riscos da dieta sem carboidratos?

Quando uma dieta sem carboidratos é mantida por um longo período de tempo, pode ocorrer o risco de sobrecarregar os rins ou até mesmo de provocar uma descalcificação, graças às toxinas presentes nos alimentos que contém proteína, como as carnes e os ovos. Sendo assim, é comum ter a perda de água no organismo e uma possível desidratação.

Se o seu objetivo é manter uma boa saúde, não é aconselhável eliminar nenhum tipo de alimento de suas refeições diárias. Para não castigar o corpo, o ideal é reduzir a ingestão deles, mas nunca cortar 100%. 

Vale pontuar que as recomendações por órgãos de saúde como a OMS (Organização Mundial da Saúde), nos diz para ter a ingestão moderada de carboidratos, pois eles são fundamentais para o fornecimento de aproximadamente metade das nossas necessidades diárias de calorias.

Levando em consideração um relatório publicado por eles, uma dieta alimentar com pouco sal e açúcar (gorduras saturadas), bastante frutas e legumes, junto com atividade física regular terá um grande impacto na prevenção de doenças, tais como as cardiovasculares.

As dietas sem carboidratos podem ser uma excelente escolha para quem deseja diminuir o percentual de gordura ou mesmo para quem pretende potencializar os resultados da rotina de exercícios combinada com uma alimentação saudável.  Contudo, leve em consideração seus prós e contras.

Alguns sintomas que a dieta sem carboidratos pode causar

Além da redução de água no organismo, a dieta low carb em excesso ou sem acompanhamento pode ocasionar em alguns ‘sintomas’ na sua rotina ou saúde. Esteja atento!

A alimentação sem carboidratos pode gerar também a piora da respiração, dores musculares, erupções cutâneas e diarreias. Outro sintoma pode ser a prisão de ventre, que acontece por motivos de baixo consumo de fibras, que acarreta em problemas de saúde intestinal, aumentando os riscos de alguns tipos de câncer.

Dietas como essa, que prezam pela alta ingestão de proteínas e baixa ingestão de fibras, também podem aumentar a quantidade de cálcio que liberamos na urina, podendo ser causador da aparição de pedras nos rins, ou até mesmo aumentar os riscos de osteoporose.

Quais são os alimentos que posso comer e os que devo evitar?

Sempre surge a dúvida sobre o que pode comer e o que deve evitar para tornar efetiva os novos hábitos alimentares. Para isso, separamos algumas opções para você ter o conhecimento do que é recomendado comer, mas isso não substitui o auxílio de um profissional!

Alimentos permitidos

  • Carne magra, como frango sem pele;
  • Peixes como atum, salmão, truta e a sardinha;
  • Oleaginosas como nozes, amêndoas, macadâmia e muitas outras;
  • Frutas como banana, maçã, pêra e laranja;
  • Legumes e verduras em geral, como cenoura, couve-flor, brócolis e espinafre;

Alimentos não recomendados

  • Cereais como o arroz branco, cevada e centeio;
  • Massas brancas como macarrão e pão de sal;
  • Produtos industrializados como refrigerantes, sucos de caixas e legumes pré-cozidos;
  • Fast foods em geral;

O mais importante é que sua dieta low carb esteja baseada em alimentos saudáveis, naturais e que não sejam industrializados!

Levar esse tipo de dieta para a sua vida pode ser um pouco difícil pelas restrições alimentares. Lembre-se que essa dieta não é constante, então não faça ela com duração maior que 7 dias. 

Também tenha em mente que todo esse processo deve ser acompanhado por um profissional, como um nutricionista, além da alimentação estar intercalada com exercícios regulares.

Não saia garimpando receitas na internet sem o devido conhecimento do seu organismo, pois ao invés de ter atitudes saudáveis, você pode estar prejudicando seu corpo.

Gostou do conteúdo? Não esqueça de deixar um comentário e compartilhar nas redes sociais!

Posts relacionados