Transpire | Blog Treinus

Dicas sobre treinamento esportivo, saúde, qualidade de vida e muito mais

5 dicas essenciais para a nutrição esportiva do seu grupo

Você sabia que a nutrição esportiva adequada é fundamental para manter um bom rendimento no esporte? Mais que isso, você já pensou em como isso pode influenciar no seu grupo ?

Você já deve saber que para quem pratica esportes a  energia é o principal combustível.

Alimentos que podem ser usados nutrição esportiva sendo essenciais do grupo de corrida.

Se nos carros, por exemplo, a energia é extraída do combustível, para nós seres humanos a principal fonte e a alimentação.  Por isso quem deseja aumentar a energia, ganhar força e alcançar melhores resultados é preciso estar atento a nutrição esportiva.

Pensando nisso separamos algumas 5 dicas essenciais para melhorar a nutrição esportiva do seu grupo.

 

Na nutrição esportiva priorize os alimentos frescos e saudáveis.

Informar ao seu grupo que não é necessário comer muito, mas sim comer com qualidade e de forma adequada é o primeiro passo.

Por isso o conselho é simples: diminuir e limitar a ingestão de produtos industrializados (como salgadinhos, e outros alimentos industriais). Esse tipo de alimento contem calorias que não nutrem nossas células.

Esses alimentos podem até gerar a falsa sensação de saciedade, mas, ao longo do tempo não auxiliam em nada. Somente alimentos frescos vão ajudar a manter os índices do seu grupo.

Além auxiliar na recuperação de lesões, melhorando o cansaço físico e garantindo melhores resultados.

Pense na variedade

Seu grupo deve estar informado e familiarizado com a alimentação nutricional equilibrada.

Inclua alimentos de cada grupo da sua dieta, mas faça isso de forma variada. Se depois disso você identificar carências uma saída pode ser recorrer a complementos vitamínicos.

Uma nutrição baseada na pirâmide inclui 6 grupos de alimentos: carboidratos, gorduras, proteínas, vitaminas, minerais e água.

Um bom balanço entre eles será ideal para a melhora na nutrição esportiva de seu grupo.

Pense o cardápio, mas também os horários das refeições.

Além de pensar o que comer é importante saber quando comer. Por isso, o ideal é que as refeições sejam feitas sempre no mesmo horário.

Além disso, uma boa nutrição esportiva, pede que o atleta não fique mais de 5 horas sem comer ou beber nada. Isso pode debilitar seu rendimento.

Outra questão importante é coordenar bem os horários das refeições com os do treino. Afinal é necessário termos energia suficiente para todo o dia, sem acabar passando mal por treinar com estomago muito cheio.

Pense no sabor das coisas.

Uma comida saudável terá um ótimo sabor sem precisar de temperos em excesso.

Molhos, pimentas e sal em grande quantidade geralmente contêm altos índices de condimentos que podem prejudicar a saúde aumentando taxas como o colesterol.

Limitar o açúcar também é importante. Dê preferencia ao sabor original das coisas e você certamente encontrará prazer, mesmo sem excesso de temperos.

Suplementos esportivos podem melhorar os resultados.

Os suplementos podem ser necessários em casos que a alimentação não consiga suprir as  necessidades sozinha.

Como cada um tem uma genética diferente e por isso nossos organismos se desenvolvem de forma diferente também, se alguém do grupo precisar, a suplementação pode ser uma saída.

É importante fazer a suplementação de forma adequada para garantir aquela ajudinha no alcance das metas de maneira mais rápida e eficaz. Mas o tipo de suplementação deve ser muito bem pensado para acabar não prejudicando a nutrição do esportista a longo prazo.


A alimentação deve ser pensada de forma individual e de acordo com as necessidades e objetivo de cada pessoa, ter em conta que a variedade, o horário de ingestão do alimento e a qualidade do que ingerimos pode ajudar muito a melhorar a nutrição do seu grupo de corrida.


Se interessou pelo tema? Confira também nosso artigo com 10 dicas para uma alimentação saudável.