Práticas esportivas

É possível nadar depois de adulto?

single image

Começar um esporte novo na fase adulta é algo empolgante e desafiador, mas, para muitos, significa medo de tentar ou começar a atividade e não ser bom nela, por já estar velho. Contudo, esse tipo de pensamento deve ser evitado para que você dê início em algo que deseja, como é o caso da natação para adultos.

Muitos chegam nos 30, 40 ou até nos 50 anos e ficam cheios de inseguranças para entrar na água e aprender a técnica, contudo, o ritmo vai depender da pessoa. Existem pequenas questões que precisam ser explicadas, mas saiba que é possível sim nadar depois de adulto.

E para começar, basta ter um pequeno estímulo, separar os equipamentos e escolher um ambiente confortável para você. Quer saber como superar os medos e começar a nadar? Então fique aqui para saber como é possível!

Como funciona a natação para adultos?

Ser adulto implica em muitas questões: trabalho agitado, cuidar da casa, pagar contas e pensar na qualidade de vida. No meio desse caos, ainda é necessário lidar com condicionamentos ou medos que foram criados ou impostos, então, por exemplo, fazer um esporte novo quando adulto acaba sendo algo impossível, pois o corpo não consegue ter a adaptação para essa nova realidade.

De fato, o corpo está envelhecido, mas isso não é sinônimo de incapacidade. O esporte é algo importante na vida de todos, independente da idade. Ou seja, está nos 40 anos e quer começar a nadar? Saiba que é possível. Primeiro é necessário perder as inseguranças que às vezes você nem sabe que tem.

Para mostrar um pouco desses condicionamentos, separei 4 questões que às vezes você nem percebe que é um pequeno problema na hora de começar a nadar:

1. Insegurança e medo

A fase adulta é marcada por histórias, então é bem provável que você já tenha escutado casos de afogamento, que você tenha um medo de ter impulso nas aulas, como pular na água por medo de gerar alguma lesão ou por outras experiências de vida.

Esses pensamentos em excesso acabam prejudicando a vontade de realizar a atividade e às vezes você nem percebe. Ou seja, deixe essas inseguranças de lado e tente pouco a pouco ingressar na modalidade, pois o medo consegue ser combatido.

2. Logística

A fase adulta é marcada por responsabilidade, então, diferente de uma criança que tem a supervisão dos pais, você precisa conciliar as tarefas e conseguir frequentar as aulas. Não deixe que imprevistos sejam desculpas, então, mesmo que esteja chovendo, que vá chegar um pouco atrasado ou esteja cansado, vá à aula para praticar e ter uma frequência na atividade.

3. Razões anatômicas

A fase adulta é marcada por limitações corporais, e esse é um dos motivos para que as pessoas desistam de treinar natação depois de mais velhos. A articulação não responde de modo harmônico, a musculatura não tem flexibilidade e o corpo não apresenta a mesma mobilidade.

Parece uma série de problemas, mas saiba que é possível combater as questões citadas com aulas de musculação e alongamento, fisioterapia e de fortalecimento de certos grupos musculares em paralelo.

4. Autoestima

Por fim, um problema que atinge grande parte das mulheres adultas é a autoestima. Ela não é mais a mesma, dificilmente terá um incentivo das pessoas, além delas mesmas não acreditarem que será possível aprender novas habilidades no esporte.

Contudo, isso precisa ser combatido, pois com esforço, dedicação e o devido acompanhamento, a natação para adultos é viável, saudável e cheia de benefícios. E para começar a praticar, algumas considerações são bem-vindas.

Como começar a nadar depois de adulto?

Com o passar do tempo e da idade, o cérebro vai envelhecendo junto com o corpo, o que acaba por comprometer algumas funções, como a de aprendizagem. Neste caso, é necessário adaptar o modo com o qual consegue aprender por estímulos com os quais o professor terá disponível. São 3 métodos possíveis para a sua aprendizagem:

  1. Visual: Olhar uma demonstração de movimento correto e você assimila o processo. 
  2. Sonoro: Quando existe a explicação, o técnico dá instruções e você entende o que é necessário fazer.
  3. Tato: O professor ajuda na movimentação adaptando o seu corpo na superfície.

São métodos simples e você precisa de um profissional que consiga adaptar as aulas para a sua necessidade. Ou seja, conheça o local de treino, converse com o instrutor e saiba se o modelo de aula será ideal para você!

Dicas para começar a nadar depois de adulto

Percebeu que adaptação e perseverança são as palavras ideais quando falamos de natação para adultos, correto? Agora que você já sabe como deixar as inseguranças de lado e como buscar um local confortável para a sua prática, logo abaixo você confere 7 dicas rápidas para começar a nadar:

  1. Coloque a natação na rotina: Ela é um compromisso importante, você tem dia, horário e local.
  2. Faça alongamento: O corpo precisa estar preparado, então solte as articulações com os exercícios de alongamento.
  3. Respeite seus limites: Você não vai virar profissional do dia para a noite.
  4. Relaxe: Use a natação para relaxar e soltar a musculatura, pois o corpo precisa ter fluidez na superfície.
  5. Ache um local ideal para as suas necessidades: Confira professor, técnica e didática.
  6. Faça educativos: Nadar não é apenas entrar na piscina, então realizar exercícios básicos terá um grande impacto, como braçada, pernada, conciliar respiração e afins. 
  7. Não desista: Tudo no seu tempo e saiba que é necessário persistência!

Agora é só ir nadando aos poucos e logo você já vai perceber uma grande diferença, seja na autoestima, na qualidade de vida e até em como você supera os seus limites. O importante é dar o primeiro passo e tentar.

Espero que tenham gostado do conteúdo. E para artigos semelhantes, não deixe de assinar a nossa newsletter!


Deixar um comentário

Fique tranquilo que não publicamos o seu endereço de email.

Posts relacionados