Práticas esportivas

Conheça o impacto da música em conjunto com atividade física

single image

Seja para passar o tempo, completar a rotina ou ajudar no descanso, a música consegue atingir todos de alguma maneira. A mudança de humor, o ânimo para o dia a dia e até o desempenho no esporte são alguns fatores nos quais essa ferramenta vai ajudar. Sendo assim, é possível relacionar atividade física e música, pois ambas conversam quando estão juntas.

Por acaso você sabe qual a relação entre elas? Continue aqui para saber como a atividade física e música se combinam!

Relações entre atividade física e música

Montar aquela playlist com músicas agitadas, aceleradas e com batidas fortes é uma ótima opção para quem está correndo. Uma música calma com sons da natureza para praticar yoga é uma saída para relaxar e conseguir focar no momento presente. 

Percebeu que a música consegue variar e estar de acordo com a prática escolhida? Isso ocorre, pois existe uma sintonia no que está escutando junto com a modalidade praticada. Os sons têm a capacidade de sincronizar as ondas cerebrais junto com o movimento do corpo quando está fazendo atividade física, o que pode aumentar o rendimento esportivo.

Sabe quando está faltando apenas o último quilômetro para acabar o treino, mas já está sentindo o cansaço e a música dá aquele gás para finalizar a prática? Como descrito acima, o som que está escutando pode auxiliar nesses momentos finais pelo estímulo que é entregue ao praticante.

E não pense que é apenas para momentos pesados na prática que a música vai auxiliar. Ela participa desde o início até o fim, atingindo alguns pontos durante a atividade física. Alguns impactos são:

1. Ajuda na resistência

A música ajuda a suportar treinos pesados! Por estar em sincronia com a prática, o atleta precisa conciliar a mente entre exercício e o som que chega à sua cabeça, então, além da concentração, a música vai ajudar a suportar um treino intenso.

De acordo com pesquisas realizadas pela Brunel University de Londres, é possível perceber um aumento na resistência corporal dos corredores em 15% ao escutar sons de gênero pop e rock, graças à sincronia que existe entre atividade física e música.

Todos os esportes podem se beneficiar da música, basta ter uma playlist na hora de treinar!

2. Estimula o corpo

Para além da resistência corporal, a música consegue estimular o corpo. Seja no prazer e bem-estar ao fazer exercício, até ser o motivador para ir treinar, a música vai trazer sensações boas para o corpo.

Falando sobre a prática de spinning, ela é uma modalidade estática que usa uma bicicleta ergonômica para  simular trajetos de corrida em diversos terrenos e condições. Pensando no diferencial, além do grande gasto calórico, a prática é guiada através da música, sejam elas mais calmas ou agitadas, o que personaliza o caminho que está sendo feito.

Como impacto, o atleta, ao estar em sincronia com atividade física e música, nem percebe a intensidade e evolução que está ganhando, levando ele cada vez mais longe sem que perceba. Sendo assim, se deseja ter garra e disposição ao treinar, é bom começar a investir em algumas músicas.

3. Aumenta os níveis de prazer

Escutar músicas que gosta faz com que o tempo passe mais rápido, além de deixar o treino mais leve. Pelo tempo investido na rotina esportiva, a atividade física vai ajudar na liberação de hormônios no organismo.

Se fazer algum esporte já é saudável para o corpo e percebemos aos poucos, realizar a atividade em conjunto com a música vai potencializar as sensações de alegria e bem-estar. Ou seja, aliar esporte com aquela playlist favorita vai ajudar a acalmar a mente, afastar pensamentos negativos e focar apenas em curtir o som e executar de forma correta os exercícios do dia.

Basicamente, pessoas agitadas e hiperativas podem ter um maior controle ao conciliar ambas atividades (praticar a modalidade e escutar música), além de ser um meio para combater ou amenizar doenças psíquicas como a depressão.

4. Diminui a sensação de dor

O corpo não vai apenas liberar hormônios para trazer a sensação de bem-estar ao praticar alguma atividade. Ele vai, também, ajudar o sistema hormonal com as percepções de fadiga e dor muscular, então enquanto o corpo está escutando música, consegue aliviar as tensões que existem com a prática, principalmente na musculação.

Se você deseja ter um maior rendimento, além de ter um profissional responsável para guiar os treinos e evoluir de maneira correta, a música é uma ferramenta que também auxilia neste processo.

Aperte o play

A música é uma ótima ferramenta que auxilia durante a prática de atividade física. Seja para tirar da monotonia de treinos parados, para dar ânimo e começar um dia de prática intensa e até ajudar na redução das sensações de dor e fadiga.

Sempre que possível, tenha consigo um fone ou esteja em um ambiente com música para ter o estímulo e fazer a atividade física com prazer. Como dito, são inúmeros os benefícios que você ganha ao ter o som durante a prática.

Pode ser pop, rock, eletrônica ou funk, independente do estilo, ela precisa te animar. Sendo assim, dê o play na sua lista com as melhores músicas e comece a treinar!

Gostou do conteúdo? Para artigos semelhantes, é só assinar a nossa newsletter.

Referências

Como a música pode influenciar o treino e a prática de esportes

Deixar um comentário

Fique tranquilo que não publicamos o seu endereço de email.

Posts relacionados