Para se inspirar

Várias mulheres em uma só, Janaína Carvalho é mãe, enfermeira e atleta!

single image

Cuidar dos filhos, administrar as demandas da casa, ser eficiente no trabalho e ainda achar um tempo para cuidar de si! A mulher, principalmente após a maternidade, assume muitos compromissos. E com a corredora Janaina Carvalho, 39 anos, não seria diferente. Ela se desdobra em várias para dar conta de uma rotina puxada com os três filhos, treinos, faculdade de Odontologia e o seu trabalho como enfermeira. Ou seja, parece uma missão impossível!

Como toda mãe, é claro que ela se depara com dificuldades ao longo do caminho, mas diz ter encontrado na determinação e na constância a fórmula para fazer com que tudo dê certo. “Eu estou deixando um legado para meus filhos, ensinando a eles que tudo é possível quando se quer e quando se trabalha com gestão do tempo, produtividade e propósito de vida”, afirma Janaina.

Conquistando e inspirando sonhos

Há 20 anos, Janaina Carvalho já tinha o sonho de ser corredora, mas era algo que nunca conseguia dar continuidade. Até que um dia tudo mudou e, a partir daí, nada nem ninguém a impede de alcançar aquilo que traça como meta. “Em uma determinada semana eu estava tão estressada que a única solução que eu enxergava na minha frente era tomar calmantes. Passei uma semana muito agitada e pedi uma amiga para que me prescrevesse Sertralina. Dormi certa de que começaria a medicação no dia seguinte. Naquela madrugada, eu acordei às 3 horas da manhã, me inscrevi em uma assessoria esportiva e sai de casa às 4 horas da manhã para correr. Corri 5 km como se não houvesse amanhã e tive minha vida transformada, sem medicações”, conta a enfermeira.

Ao inserir a prática esportiva na sua vida, a mãe de Daniel (16 anos), Laura (6 anos) e Valentina (4 anos), lembra que o impacto foi maior do que as pessoas notaram, foi além da mudança da sua forma física. Janaína Carvalho começou a inspirar quem estava ao seu redor. “Minha maior alegria foi perceber que mães como eu estavam se movendo e que o esporte estava transformando não apenas a minha vida, mas a de outras pessoas. Ali, entendi que eu não tinha apenas encontrado meu objetivo de vida, que era ir para a Maratona do Rio e correr 10 km, eu havia encontrado meu propósito: transformar pessoas com minha vida. Não tem nada que pague por esse momento”, ressalta.

Juntos vamos mais longe

Atuar na área de saúde fez Janaina enxergar o próprio corpo de outra forma, e isso foi essencial nessa transformação. “Sempre entendi que o esporte era essencial para a questão estética. Com o passar dos anos comecei a entender que não se tratava disso. O esporte mantém nossa saúde mental, física, nos mantém felizes e consequentemente alcançamos o físico que um dia sonhamos. Somos corpo, mente e espírito, um não caminha sem o outro. Para que minha mente esteja sã, meu corpo também deve estar”, frisa a atleta.

Como uma boa enfermeira, Janaina carvalho, que treina de três a quatro vezes por semana, sabe da importância e necessidade de ser acompanhada por especialistas. Tanto que sua primeira atitude quando decidiu mudar de vida foi procurar o apoio de uma assessoria esportiva para que pudesse ter um acompanhamento individualizado. “O acompanhamento de um profissional para mim foi primordial. Eu não continuaria sozinha. Sei que tenho alguém ali para me cobrar, incentivar, corrigir e montar meus planos com segurança”, destaca a corredora.

Embora não seja fácil encontrar motivação para treinar, após 36 horas de plantão, Janaina conta com um apoio mais que especial: “Quando trabalho à noite, eu tenho a ajuda do meu maior torcedor, meu filho Daniel. É ele quem me auxilia nessa missão e me incentiva diariamente”.

Montar uma rotina pré-estabelecida para que tudo saia conforme o planejado também faz a diferença no seu dia a dia. “Vai me faltar disposição na maioria dos dias. Para essas situações, eu carrego minha roupa de treino, troco no trabalho mesmo e vou para algum local longe de casa para não ter a desculpa de sentar no sofá antes de fazer o necessário. Quando falta motivação eu simplesmente pulo da cama e vou. Se eu não for capaz de obedecer a mim mesma, não serei capaz de obedecer a ninguém”, acrescenta Janaina.

Maternidade real e transformadora

A volta do corpo pós-parto é um processo que demanda tempo. E ficar insatisfeita com a própria imagem, em uma sociedade que exerce pressão estética, é comum. Para Janaina Carvalho foi ainda mais difícil, pois ela não conseguia fazer qualquer tipo de exercício físico e sua saúde foi seriamente afetada durante a gestação. “Eu pesava 64 kg em um corpo de 1,81 cm. Quando engravidei, engordei nos três primeiros meses 30 kg e nunca foi possível praticar atividade porque eu apresentava um débito cardíaco gigante. Uma frequência cardíaca de 112 bpm em repouso. Nunca passava no teste ergométrico e, embora tivesse feito todos os exames cardíacos possíveis, nenhuma academia quis bancar a responsabilidade de me treinar. Foram três gestações com sobrepeso, diabetes gestacional e zero atividade física”, relata.

Ainda de acordo com ela, foi necessário aprender a lidar consigo, mudar o seu comportamento para então alcançar os objetivos desejados. Mas, nada é tão fácil assim, ainda mais em uma sociedade com tantos tabus. Independente da escolha feita, a mãe parece sempre carregar um peso de cobrança pelas suas decisões. 

E como a enfermeira lida com a culpa materna? Ela é categórica ao responder que não há espaço para isso na sua relação com Daniel, Laura e Valentina. “Eu chego em casa e eles estão me esperando, fazem meu café, me fazem uma massagem, se preocupam em saber como foi meu dia. Há uma troca deliciosa nestes momentos. Eu vivo pelos meus filhos, não deixo faltar educação, nada que seja primordial e o que quero deixar para eles é que desta vida nada se leva além de nossas realizações. Eu quero ser um marco de alegria e amor na vida deles. Quero que eles aprendam a viver tudo que tiverem vontade com amor e responsabilidade. Essa é minha missão. Faço tudo que quero, vivo tudo que desejo, com amor, responsabilidade e sem culpas”, afirma Janaina.

A vida é feita de escolhas

Ser mãe não é uma tarefa fácil, mas compreender que não há amor pelo próximo sem antes se colocar em primeiro lugar impacta diretamente na construção de uma relação saudável entre mães e filhos. “Há sempre uma forma de começar e se manter quando entendemos que antes de ser mães somos mulheres e que a vida dos nossos filhos depende das nossas. Eu diria que ter planejamento é primordial e começo pelas minhas prioridades. Já deixei de sair para correr. Isso hoje para mim é prioridade. E quando percebo que existe um evento no meio do caminho que é muito importante e que eu desejo muito participar, eu antecipo o despertador, vai às 4 da manhã mesmo. Se não tiver rede de apoio, levo as crianças para a rua e corro em círculos, brincamos de pega pega, trabalhamos o tempo de qualidade. Filhos jamais serão empecilho para o autocuidado. Eles são a chave na ignição”, relata emocionada.

E é justamente esse amor que move Janaina Carvalho e a fez superar diversos episódios difíceis em sua vida. Para ela, a palavra ‘desistir’ nunca fez parte do seu vocabulário. “Já fiquei perdida em uma trilha e andei 42 km com o quadril deslocado. Ali percebi que eu era mais forte do que eu imaginava. O pai das minhas filhas nos abandonou quando uma tinha 1 ano e a outra 2 anos em um momento em que eu passava por graves problemas de saúde. Chorar não foi uma opção, ir atrás também não. Mas dar a volta por cima e compreender que eu não precisava de ninguém além de mim para ser feliz foi uma realidade. É possível se amar, dar a volta por cima, viver feliz e em paz e criar os filhos sozinha sim! E eu amo essa liberdade”, conclui.

Sobre a atleta

Atleta Janaina CarvalhoJanaina Carvalho é o porto seguro de Daniel, Laura e Valentina. Enfermeira e atleta, ela chegou aos 40 anos no auge da sua forma física e mental. Exemplo de força e superação, ela fez das dificuldades um trampolim para encontrar a realização como mulher, mãe e profissional. Ama viajar, assistir ao pôr do sol, viver, sorrir e sabe que o céu é o limite para os sonhos que carrega no coração. Siga @janainacsena e inspire-se!

Posts relacionados

Carregue Mais