single image

A transpiração e o mau cheiro nas axilas nada mais são do que reações do corpo estimuladas pela produção de secreção da glândula sudorípara e pela proliferação de bactérias no local. Para evitar o suor excessivo e o odor característico da transpiração na região das axilas, a escolha do desodorante adequado é essencial.

Para começar, é importante saber que, na verdade, desodorante e antitranspirantes são produtos com funções distintas. O primeiro não diminui a sudorese, e sim age apenas no combate da bactéria, que também causa o mau cheiro. Já o segundo atua mais na redução da transpiração. Veja abaixo como escolher o ideal para você:

Para homens

Spray

É mais indicado para os homens pela ação de bloquear a ação das glândulas sudoríparas.

Aerossol

Irrita menos a pele por não possuir álcool além de permanecer mais tempo ativo. É ideal também para áreas mais extensas do corpo como peito e barriga. O jato de ar seco irrita mais a pele da mulher porque é mais fina que a do homem.

Para mulheres

Roll-on

Tem duração um pouco maior do que os outros, de 8 a 12 horas e irrita bem menos a pele do que os outros tipos de desodorantes ou antitranspirantes.

Creme

Geralmente possui a mesma composição do roll-on. Como possui substâncias que amaciam a pele, a hidratação evita a proliferação de bactérias. Os desodorantes e antitranspirantes de creme ou roll-on são recomendados também para pessoas de pele sensível.

Hiperidrose

Pessoas com hiperidose, suor excessivo em várias partes do corpo causado por uma disfunção do nervo simpático, devem usar desodorantes mais fortes para reduzir a transpiração excessiva. Outras opções para diminuir a sudorese são aplicações de injeção da substância Toxina Botulínica, que reduz a transpiração de 60% a 90%.

Posts relacionados