Posted in:

Tipos de adoçantes – Stevia, Sucralose e Xilitol

Tipos de adoçantes - Stevia, Sucralose e Xilitol

Tipos de adoçantes – Stevia, Sucralose e Xilitol
Este texto te ajudou?

Muita gente tem dúvida sobre os tipos de adoçantes que estão disponíveis no mercado. Isso pois há um desproporção entre a quantidade de  novos e variados produtos que surgem no mercado e pouca informação sobre eles. Mas fique tranquilo! Nesse texto a gente vai te contar um pouco sobre cada um dos principais tipos de adoçante.

Adoçante: o que é?

Podemos entender como adoçante todo tipo de substantiva química que fornece sabor doce as nossos mais diversos alimentos.

Adoçantes: Para que servem

O uso do adoçante deve ser incorporado à dieta para a substituição do açúcar. Essa prática pode contribuir para diminuir a ingestão de calorias e garantir o equilíbrio do peso na balança.

Quem opta por incluir o adoçante na dieta pode escolher por substituir totalmente ou parcialmente o consumo de açúcar.

Dentre os tipo de adoçante podemos encontrar:

Os adoçantes naturais : incluindo o próprio açúcar e a frutose.

Os adoçantes nutritivos: eles são derivados de produtos naturais, como por exemplo os derivados de amido ou mesmo de sacarose.

Adoçantes intensos: Que podem ter Origem químicas e artificiais, como os aspartame, sacarina, xilitol e outros. Ou serem de origem vegetal: como a stevia e a glicirrizina.

Entendendo os tipos de adoçantes naturais: eles aportam mais energia (seja em maior ou menor medida). Nesse caso, os que têm como origem os carboidratos contribuem durante a alimentação com a ingestão de até 4 calorias por grama.

Ainda que eles conservem quase que toda a doçura do açúcar original, eles absorvem pouco em nosso intestino delgado. Por isso, são utilizados em alguns produtos para redução de açúcar. Nesse caso, há que tomar um pouco de cuidado. Começar um dieta com esse tipo de adoçante pode garantir algum tipo de diarreia, já que eles exigem uma maior ingestão de líquidos por parte do intestino delgado.

Em relação aos adoçantes intensos (de origem química) é importante saber que são produtos da indústria que tem como objetivo reduzir a quantidade de calorias. Nesse substituição se preza pelo sabor doce, eliminando totalmente o aporte calórico.

Esse tipo de produto tem capacidade muito maior de fornecer sabor doce aos alimentos que o próprio açúcar. Geralmente esse tipo de adoçante não fornecem nenhuma caloria, mas existem produtos desse tipo que oferecem uma pequena quantidade de calorias.

Se seu objeto é perder peso essas duas dietas podem te auxiliar bastante.

Os adoçante mais usados.

Stevia:

A Stevia, que é uma planta é considerada por muitos uma das melhores alternativas ao açúcar. Além de ser um importante adoçante, essa planta tropical pode oferecer aplicações curativas.

Stevia funciona como um açúcar integral e certamente é mais saudável que o açúcar processado. Porém, esse tipo de adoçante garante a mesma quantidade de sacarídeos que o açúcar convencional.

Sucralose:

É um tipo de adoçante que não contém calorias. Pode ser utilizado como auxiliar na hora de garantir o sabor doce principalmente para as pessoas que pretendem diminuir as calorias e os carboidratos encontrados no açúcar comum.

Esse tipo de adoçante atua nos receptores no aparato gastrointestinal e dessa forma produz o sabor doce. Além disso, estimula a secreção hormonal. Tem uma potência de adoçar que pode chegar a ser 400 vezes maior que a do próprio açúcar.

Xilitol:

Pode ser até 50% menos calórico que o próprio açúcar. Ainda que esse adoçante apresente uma pequena quantidade caloria ele pode ser uma saída melhor para quem não quer ingerir os outros tipos, já que eles geralmente são muito industrializados.

Essa substância pode ser percebida como um álcool de açúcar. Esse monossacarídeo pode ser encontrado em estado natural em algumas frutas e legumes que consumimos cotidianamente.

Muito se pergunta sobre o uso contínuo de adoçantes e as malefícios que essa substância pode trazer a saúde. Não há uma resposta correta sobre isso, já que as necessidades e possibilidades de uso dessa substância podem variar de acordo com cada caso.

Para quem deseja começar a utilizar algum desses adoçantes como substitutivo do açúcar tradicional uma saída pode ser procurar um profissional e ver qual o melhor tipo para a dieta que você deseja realizar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.