Práticas esportivas

Como as mulheres podem superar os desafios da corrida?

single image

A corrida para mulheres pode ser uma excelente alternativa para aquelas que desejam encontrar uma maneira eficaz de lidar com os desafios de uma rotina agitada. Nesse contexto, a prática pode fornecer motivação e inspiração necessárias para incorporar o exercício em suas vidas.

Com diversos benefícios, a modalidade é mais do que uma simples atividade física. O levantamento feito pelo TicketSports (2022), mostra que a participação feminina nesse esporte no último ano foi de cerca de 44%, porém o número ainda é inferior aos participantes do sexo masculino, que representa 56%. 

Assim, para motivar as mulheres a começarem na corrida, convidamos a treinadora Lili Rodrigues, da assessoria esportiva Guana Trainer, para explicar quais são os principais desafios que o público feminino ainda enfrenta nesse esporte e como superá-los.

Principais desafios da corrida para mulheres

A participação das mulheres no mundo da corrida cresceu nas últimas décadas. Os dados da pesquisa “State of Running” (2019), realizada pela Associação Internacional de Federações de Atletismo, em parceria com o site RunRepeat.com, mostram isso.

Em 1986, a presença feminina nesse esporte era limitada, representando apenas 20% dos corredores. No entanto, em 2018, esse cenário registrou uma mudança significativa, compreendendo 50,24%. O aumento aconteceu devido ao reflexo da constante conscientização sobre os benefícios da corrida para a saúde e bem-estar.

Todavia, apesar desse progresso notável, as mulheres ainda podem enfrentar desafios únicos nesse espaço. De acordo com a treinadora Lili Rodrigues, alguns fatores podem ser limitadores e dificultantes para elas. 

“Podemos encontrar alguns desafios na prática da corrida. A mulher se depara com inúmeras tarefas e obrigações, tais como vida profissional, cuidar da família e dos filhos, e, principalmente, o período menstrual.”, explica a profissional.

Além disso, existem outros empecilhos que as mulheres podem enfrentar no esporte, como:

  • Adaptar-se a diferentes estágios da vida, como maternidade e envelhecimento.
  • Encontrar um equilíbrio entre a vida pessoal, social e a rotina esportiva.
  • Estereótipos de gênero.
  • Preocupações com a segurança ao correr em locais públicos.
  • Entre outros.

Por mais que existam inúmeras adversidades, as mulheres podem superar todos os obstáculos e aproveitar ao máximo a experiência. Com determinação, apoio e uma boa mentalidade, elas podem quebrar barreiras e alcançar seus objetivos através da corrida, garantindo um estilo de vida ativo e mais saudável.

Os benefícios da corrida para as mulheres

Para além de uma modalidade esportiva, a corrida na vida da mulher pode ser extremamente benéfica, até porque através dessa atividade física é possível ter autocuidado e uma busca por metas pessoais.

Além disso, ela promove a sensação de empoderamento, contribuindo para o fortalecimento da confiança e autoestima. Por isso, é importante reconhecer as inúmeras vantagens que a modalidade pode proporcionar. 

“Para todas as mulheres que têm uma boa saúde e nenhum fator limitante, o esporte traz benefícios que melhoram a qualidade de vida delas, além do bônus de se sentirem mais fortes e capazes de conquistar novos objetivos devido à prática constante.”, ressalta Rodrigues.

A seguir você confere outros 4 principais benefícios da corrida para mulheres destacados pela treinadora:

1. Equilibra os níveis gerais de hormônios

A corrida libera diversos tipos de hormônios que possuem ações analgésicas naturais. Essas substâncias contribuem significativamente para o alívio das cólicas e dores musculares que muitas mulheres enfrentam antes e durante a menstruação. 

A prática regular também auxilia no controle do estresse, podendo aliviar os sintomas pré-menstruais. O aumento da produção de serotonina promove a estabilidade emocional que, por sua vez, pode atenuar as flutuações de humor típicas deste período.

Além disso, a modalidade ajuda as mulheres que estão na menopausa a combater os efeitos colaterais, como as ondas de calor, ao melhorar a regulação da temperatura corporal. Também, fortalece o sistema cardiovascular, reduzindo o risco de doenças cardíacas que podem aumentar após a última menstruação.

2. Melhora o condicionamento físico

Correr pode ser altamente eficaz para as mulheres que desejam diminuir o peso e fortalecer a musculatura. Por ser um exercício aeróbico, a prática eleva a taxa metabólica, o que significa que o corpo continua a queimar calorias mesmo após a atividade, contribuindo para a redução da gordura corporal ao longo do tempo.

Ainda, a corrida também trabalha muitos grupos musculares, fortalecendo as pernas, glúteos e região lombar. À medida que as mulheres ganham mais força nessas áreas, há uma melhora na tonificação muscular

3.  Reduz os sintomas do estresse 

Assim como qualquer atividade física, a corrida pode ajudar a reduzir o estresse e aliviar a tensão do dia a dia. Como já dito, quando praticada regularmente, ela promove a liberação de hormônios ligados ao bem-estar, que atuam como analgésicos naturais, melhorando o humor. Consequentemente, a prática é capaz de aliviar as tensões, proporcionando uma sensação imediata de relaxamento.

Em paralelo, ela oferece um espaço de tempo dedicado ao autocuidado, permitindo que as mulheres se desconectem das preocupações da rotina exaustiva, focando apenas na atividade, o que tem um efeito tranquilizador sobre a mente.

4. Auxilia na prevenção da osteoporose 

A osteoporose, doença comum em mulheres, é caracterizada pela perda de densidade óssea, tornando os ossos frágeis e suscetíveis a fraturas. A corrida estimula a formação óssea, sendo fundamental para manter a estrutura forte e resistente à fragilidade causada pela enfermidade.

Ainda, correr pode contribuir para a melhora do equilíbrio e da força muscular, reduzindo o risco de quedas que podem resultar em fraturas e/ou possíveis lesões ósseas. Ou seja, muitos benefícios para a rotina de todas as mulheres!

Segurança na corrida para as mulheres

A segurança na corrida é uma preocupação fundamental, especialmente para as mulheres. Antes e durante a prática, é essencial que elas estejam atentas a uma série de fatores para garantir que a experiência seja a mais segura possível.

Seguir alguns cuidados não apenas minimiza riscos, mas também proporciona uma sensação de confiança e controle. Quando as mulheres se sentem confortáveis, são mais propensas a se beneficiar de todos os aspectos positivos dessa atividade.

“A primeira coisa que as mulheres devem fazer é procurar um médico para atestar que ela está apta a correr. Também, buscar um treinador ou uma assessoria esportiva pode auxiliar com que evolua com segurança.”, destaca a treinadora.

Outras iniciativas devem ser adotadas pelo público feminino antes de correr. A treinadora Lili Rodrigues elencou alguns que você confere abaixo:

Por fim, a treinadora reforça a importância de definir pequenas metas. “Comece devagar e vá aumentando gradativamente a quilometragem. Isso vai te ajudar a se motivar.”, reforça Lili Rodrigues.

A corrida é para todas!

A corrida é um esporte acessível e todas as mulheres, independentemente da idade ou nível de condicionamento físico, podem desfrutar dos benefícios dessa prática. 

Para a treinadora, não é preciso muito para começar a correr. “Nos últimos anos, a participação das mulheres tem aumentado consideravelmente, de acordo com várias pesquisas publicadas em fontes seguras. E isso devido a praticidade que a modalidade tem. Você não depende de uma estrutura física, apenas de uma boa orientação profissional e um tênis. A mulher pode correr em qualquer lugar e/ou horário, encaixando facilmente na sua rotina.”, comenta Rodrigues.

Para aquelas que desejam começar a correr, o primeiro passo é a motivação. Encontrar a inspiração para iniciar a prática pode ser a chave para o sucesso. Uma boa maneira de se manter motivada é estabelecendo metas, desde completar uma determinada distância até melhorar o tempo de corrida. 

De acordo com Lili Rodrigues, outras dicas podem ajudar as mulheres que querem tornar a corrida uma parte de suas rotinas. “Comece procurando uma assessoria esportiva e não se preocupe com volume e/ou intensidade nesse começo. Também, não se esqueça de fazer um lanche leve pelo menos 1h30 antes da atividade e capriche na hidratação antes, durante e depois dos treinos.”, recomenda a profissional.

Por fim, para as mulheres que desejam tornar a corrida parte de sua rotina, é essencial criar um plano de treinamento e estabelecer horários regulares para a prática. Isso porque medir o progresso ao longo do tempo, seja mantendo um registro de corridas ou usando aplicativos de monitoramento, como o da Treinus, pode te ajudar a acompanhar o desempenho esportivo.

“Correr promove um encontro com você mesma, nos mostrando o quanto somos fortes e capazes, abrindo espaço para a confiança, determinação e alegria. A corrida também nos mostra como superar desafios, colocar metas e alcançá-las, aumentando assim a sensação de empoderamento e autoestima.”, finaliza a treinadora.

Sobre a profissional

Treinadora Lili Rodrigues, da assessoria esportiva Guana Trainer

Lili Rodrigues é profissional de educação física e atua como personal trainer desde 2010. Integra a assessoria esportiva Guana Trainer há 14 anos, onde desenvolve o trabalho de treinadora de corrida, coordena as aulas de treinamento funcional, faz avaliação física e eventos esportivos. Atleta de corrida, é pós-graduada em musculação e condicionamento físico e ajuda as pessoas a terem melhor saúde e qualidade de vida.

Referências

State of running

Mulheres no esporte e nos eventos