Práticas esportivas

Entenda o que é a corrida estacionária e veja as dicas de como praticá-la da maneira correta

single image

Certamente você, como atleta, já desenvolveu grandes habilidades físicas, motivacionais e psicológicas a partir da sua rotina de treinos. Isso faz parte de um processo incrível de adaptação do nosso corpo aos esportes. Mas como manter o desempenho físico durante este momento de quarentena causada pela pandemia do novo Coronavírus? A notícia boa é que a corrida estacionária pode ser uma boa alternativa.

treinador Rafael SantosVamos mostrar neste artigo, por meio das orientações do educador físico e treinador da RP Move, Rafael Santos, como funciona esta modalidade de corrida, como é viável efetivamente para o seu caso, entre outras abordagens e esclarecimentos fundamentais.

Afinal, lembramos que este é um momento de nos cuidarmos. Uma simulação de pesquisadores da Bélgica e da Holanda, por exemplo, alerta que praticantes de atividades físicas ao ar livre deixam ‘rastro’ de gotículas capazes de transmitir vírus. Apesar de não ser uma publicação científica, é bem creditada e devemos ficar atentos.

Então, entenda porquê optar pela corrida estacionária é altamente recomendado.

Como funciona a corrida estacionária?

Vamos correr sem sair do lugar? A corrida estacionária é uma forma de corrida sem sair do lugar, utilizando ou não um elástico. Assim, uma boa opção para não prejudicar o desempenho dos atletas durante a pandemia.

“O aeróbico é um exercício que utiliza o oxigênio para geração de energia dos músculos. É extremamente importante manter condicionamento respiratório e cardiovascular de forma rítmica constantemente […] e a corrida estacionária trabalha essas questões de forma completa e faz todo o sentido porque é uma corrida que pode ser feita dentro de casa”, explica o treinador Rafael Santos.

Talvez você não saiba mas antes já se tratava do exercício queridinho das musas e musos fitness e, nesta quarentena muita gente já está acrescentando na rotina de atividades.

De acordo com o personal trainer, praticar a corrida estacionária traz diversos benefícios como continuar trabalhando os membros inferiores, manter o alto rendimento, aperfeiçoar o condicionamento físico e gerar energia. E um diferencial específico: a melhora na consciência corporal.

“A corrida estacionária trabalha o constante movimento dos músculos, isso exige força, estabilidade, postura, aumenta a frequência cardíaca, além da flexibilidade muscular. Outro ponto importante também é a redução do impacto e o risco de lesões”, lembra Rafael.

Qual é a maneira correta de se fazer o exercício e quais são os cuidados necessários?

O treinador Rafael Santos dá dicas essenciais para os corredores neste momento de quarentena.

Primeiro, o aquecimento. Comece com um ritmo mais lento. Esta é uma atividade que aumenta o ritmo cardíaco rapidinho, então é essencial prestar atenção no modo de execução para não prejudicar ou forçar o coração.

#Sem elástico

Veja o modo de execução:

  1. Com as pernas paralelas, sem sair do lugar, levante o braço direito e o pé esquerdo ao mesmo tempo.
  2. Os joelhos devem ir até os quadris, as pernas se flexionam até o calcanhar chegar perto do bumbum e os braços flexionados ao lado do corpo
  3. O movimento deve variar para o pé e braço oposto
  4. Continue essa sequência.

#Com elástico

Se você preferir fazer com o uso do elástico, basta prendê-lo em um lugar seguro e firme, com um corrimão, por exemplo. A altura ideal para encaixá-lo é na cintura, exatamente na altura do quadril.

Atenção! Fique em uma distância em que o elástico estique o máximo que der, ele deve ficar sempre sob tensão. Prontinho, preste atenção na respiração e movimente-se.

Veja também: Quais são as 5 medidas para obter os cuidados com treinos de corrida em casa?

E para treinos longos, também é viável?

Rafael Santos explica que a corrida estacionária deve ser feita de maneira intervalada.

“Com a orientação do seu treinador, o atleta vai seguir um ritmo de acordo com o seu condicionamento específico. Em média, inicia-se com uma sequência de 10 minutos […] indo gradualmente para intervalos de 15 a 20 minutos, reduzindo também o tempo de descanso.”

Existe o fator intensidade também. É possível correr mais rápido exigindo mais do exercício e superação dos limites.

Existem outras opções de treino indoor em casa para atletas?

1. Para a quarentena:

Rafael Santos, também lembra que é possível alugar ou mesmo comprar equipamentos como rolo fixo ou de resistência para a prática de bike.

“Se trata de um investimento com muito retorno positivo para o atleta. Sem gastar muito, eles podem contar com este modelo simples e prático para deixar o treino de ciclismo em dia. Geralmente, este equipamento possui um cavalete que prende o eixo traseiro com dois cilindros acoplados a algum tipo de resistência”, afirma.

É preciso analisar os tipos de modelo deste equipamento. Há diversas opções, escolha a mais adequada para o seu objetivo. Algumas são mais sofisticadas com simulação de percursos e situações, variação de inclinação do corpo, acompanhamento de potência, entre outros.

2. Para quando acabar a quarentena: Guia completo sobre Corrida de Rua para todo praticante!

Sabemos que o esporte ao ar livre conquista por sua adrenalina e a atratividade de aproveitar o ambiente aberto e extenso. Mas o treinamento indoor é perfeito para aperfeiçoamento das técnicas corporais. A corrida estacionária vai ajudar a manter e melhorar a resistência do atleta.

Além do ritmo, postura, frequência cardíaca, o treinamento indoor chama a atenção para a alta percepção mental e física desenvolvida com o tempo em relação ao esforço e a consciência corporal.

Neste momento tão delicado, queremos ajudar as pessoas a não ficar na inércia e continuar se movimentando.

Por isso, compartilhe este conteúdo para que estas dicas alcancem e ajudem mais pessoas.

1 Comentário
  1. Avatar
    Camila 2 semanasatrás

    Rafael Santos é um exemplo de amor e competência ao que se dedica fazer. Obrigada pelo artigo

Deixar um comentário

Fique tranquilo que não publicamos o seu endereço de email.

Posts relacionados