Práticas esportivas

Veja como a corrida de esteira pode ser uma boa alternativa à prática tradicional!

single image

Como alternativa à prática tradicional, a corrida de esteira pode parecer uma opção monótona para alguns. No entanto, ao contrário do que se pensa, esse aparelho impacta positivamente a rotina esportiva de quem o adota enquanto modalidade, contrariando a ideia de ser entediante.

Com a capacidade de controlar variáveis — como inclinação e velocidade —, ela oferece uma experiência única e altamente personalizável para corredores de todos os níveis de condicionamento físico. 

Seja para quem busca um treino controlado ou para aqueles que querem desafiar seus próprios limites com segurança, a corrida de esteira é uma grande aliada do seu planejamento esportivo. Portanto, se você busca entender as funcionalidades desse aparelho para incluir a atividade na sua rotina, confira aqui algumas dicas e estratégias para aderir à prática o quanto antes!

Como funciona a corrida de esteira?

A corrida de esteira é uma forma popular de exercício cardiovascular feita em ambientes internos, onde se utiliza um aparelho ergométrico projetado para simular a prática. Em resumo, ele consiste em uma superfície em movimento contínuo, sobre a qual o usuário caminha e/ou corre.

O funcionamento básico dele é bastante simples. A superfície é uma esteira rolante, geralmente feita de borracha ou material sintético, que é acionada por um motor elétrico o qual a move em um ciclo contínuo, criando a sensação de movimento para o praticante.

Por mais que essa alternativa possa parecer estática, na verdade, ela proporciona uma experiência única dentro de um ambiente controlado e previsível, com resultados semelhantes à corrida de rua.

Correr em ambientes fechados oferece a oportunidade de se concentrar completamente na prática, sem se preocupar, por exemplo, com condições climáticas ou terrenos irregulares. Além disso, é possível ajustar os controles do aparelho para personalizar o exercício, o que contribui para um treinamento mais direcionado aos objetivos pessoais.

No geral, a corrida de esteira é uma opção prática e confortável para quem deseja adotar a modalidade, ou até mesmo intuitiva para quem está na busca da alta performance.

Quais as diferenças entre a corrida de rua e de esteira?

A corrida de rua e a de esteira são duas formas de exercício cardiovascular que oferecem benefícios semelhantes, mas com algumas diferenças.

No caso da prática ao ar livre, alguns fatores podem interferir nos treinos, como clima, terrenos irregulares e até mesmo obstáculos urbanos. Por outro lado, a opção indoor elimina essas condições, oferecendo um ambiente mais seguro e estável para o exercício.

Também, a corrida de esteira costuma ser mais suave que a de rua. Isso ocorre porque ela tem uma superfície amortecida, o que é um ponto positivo para corredores que lidam com lesões ou sensibilidade nas articulações.

Como entender as funcionalidades da esteira?

A esteira consiste em uma superfície plana e motorizada, com uma correia que se move quando ligada. No geral, possui controles para ajustar a velocidade e a inclinação, além de recursos como monitoramento cardíaco e programas de treinamento pré-definidos.

Dominar essas funcionalidades ajuda a manter um bom desempenho esportivo e permite explorar uma variedade de desafios e cenários. Por isso, você confere abaixo as especificidades desse aparelho para entender detalhadamente como ele funciona e começar a diversificar os seus treinos.

Painel da esteira contendo as explicações de cada uma das funcionalidades

1. Controle de velocidade

Um dos principais diferenciais oferecidos pela esteira é o controle de velocidade. Isso permite que os praticantes ajustem o ritmo do exercício, seja para uma uma corrida mais leve ou até mesmo para um treino de alta intensidade.

2. Ajuste de inclinação

Outra funcionalidade é que algumas esteiras permitem ajustar a inclinação da superfície. Ela pode ser definida para simular uma subida — desafiando os músculos das pernas — ou até mesmo um percurso linear — para focar na velocidade e na resistência.

3. Programas de treinamento pré-definidos

Também, ao treinar corrida na esteira, é possível escolher um treinamento pré-definido pelo aparelho. Existem grandes variedades de atividades, sendo possível escolher as seguintes opções:

Como visto, são escolhas projetadas para fornecer uma boa estrutura de treinamento, que seja desafiadora para os praticantes.

4. Monitoramento de dados

A maioria das esteiras modernas vêm equipada com recursos de monitoramento de dados, incluindo informações como a distância percorrida, o tempo decorrido, a velocidade média e a frequência cardíaca. Esses dados são úteis para acompanhar o progresso do treino ao longo do tempo e ajustar a intensidade, conforme necessidade.

5. Amortecimento e conforto

Por fim, algumas esteiras são equipadas com sistemas de amortecimento para reduzir o impacto nas articulações durante o exercício, proporcionando uma experiência mais confortável e segura, especialmente para aqueles com problemas na região.

Se você busca uma alternativa de baixo impacto, a corrida de esteira é a solução ideal para manter a sua rotina esportiva ativa!

E como treinar na esteira?

Ao treinar na esteira, é importante considerar uma série de fatores para garantir que tudo ocorra bem. A duração e a intensidade do treino são dois elementos cruciais que devem ser ajustados de acordo com o nível de experiência e condicionamento físico de cada indivíduo. 

Esses aspectos variam amplamente entre iniciantes, intermediários e atletas avançados, e entender como adaptar o treinamento para cada grupo é essencial para reduzir possíveis lesões. 

Veja algumas recomendações e como elas podem ser aplicadas de forma prática:

  • Iniciantes: treinos de até 30 minutos, com velocidade baixa a moderada.
  • Intermediários: treinos de até 40 minutos, com velocidade moderada a alta. 
  • Avançados: devem ser seguidas as orientações específicas da planilha de treinamento. No geral, com a velocidade alta, de acordo com o plano prescrito.

É importante ressaltar que são apenas recomendações gerais, podendo variar de pessoa para pessoa. Portanto, é essencial ajustar com seu treinador a velocidade e a duração do treino de acordo com o seu progresso individual ao longo do tempo.

Quais os benefícios de se correr na esteira?

Treinar na esteira oferece uma série de opções e variações para adaptar o exercício de acordo com seus objetivos e seu nível de condicionamento físico. Sua maior vantagem é ser uma superfície estável para treinar, ajudando a reduzir acidentes causados por irregularidades no solo.

Entre os demais benefícios da corrida de esteira, temos:

  • Ajuda a corrigir a postura.
  • Amortece o impacto em torno de 10% do peso corporal.
  • Auxilia no desenvolvimento da coordenação motora.
  • Evita a exposição ao sol.
  • Oferece menos interferências e/ou distrações externas.
  • Possibilita correr independente da condição climática.
  • Propicia maior segurança, especialmente para quem corre à noite ou em áreas urbanas pouco iluminadas.
  • Trabalha os músculos inferiores de força proporcional.

Varie os seus treinos de corrida!

Se você está se sentindo desanimado em relação à sua rotina de corrida, talvez a esteira seja a solução para não desistir do esporte. Por isso, desafie-se com diferentes intensidades e incorpore esse aparelho no seu dia a dia, afinal, ele é uma grande alternativa para manter o corpo ativo!

Então, da próxima vez que estiver pensando em calçar os tênis e sair para correr, considere dar uma chance à corrida de esteira. Você pode se surpreender com os resultados e o prazer que ela pode proporcionar!