Práticas esportivas

Como simular corrida de rua na esteira?

single image

Nem sempre correr na rua será uma opção no dia de treino do atleta, então utilizar outro meio para não interromper a rotina esportiva será sempre bem-vindo. Entre as opções, é possível usar a esteira para correr, com as devidas adaptações para tentar ter os mesmos ganhos. Para isso, é necessário saber como simular corrida de rua na esteira.

Por acaso você sabe o passo a passo e qual a diferença entre os terrenos? Fique aqui para aprender um pouco mais!

Corrida de rua X Corrida na esteira

Muitos atletas ficam na dúvida entre correr na rua ou na esteira, e um dos pontos é sobre os benefícios de cada prática. É comum o corredor de alta performance focar unicamente na corrida de rua, pois ela adapta o corpo para as diferenças climáticas e de solos, o que garante a resistência e consciência corporal.

Contudo, a esteira também é uma ótima opção, pois dá o total controle ao atleta para a velocidade, ritmo e duração. Nela também é possível simular a corrida de rua, então o corpo consegue ter alguma adaptação. É legal variar em ambos os terrenos, mas caso o seu foco seja apenas as condições da corrida de rua, o equipamento (esteira) tem seus mecanismos para deixar a prática parecida com a ao ar livre.

Vale ressaltar que a rua dá liberdade para o corredor, além de ser um meio para aliviar o estresse, pois tem contato com a natureza e os pensamentos ficam livres. Além disso, há uma ação da gravidade no corpo, pois ele está em movimento, o que gera mais atrito e impacto nas articulações.

Já a corrida feita na esteira tem maior estabilidade, além de ajudar na disciplina do atleta no treino, pois o ritmo é fixo. Na rua, por estar mais livre, a velocidade pode variar ao longo do percurso, então se deseja maior controle no treino, a esteira vai ser a melhor opção, além de ter baixo impacto, já que o solo do aparelho absorve a pisada e ajuda no equilíbrio do corredor, pois o trajeto é totalmente verticalizado na maioria das vezes.

Com todas as informações processadas, agora é entender como simular a corrida de rua na esteira!

Como simular a corrida de rua na esteira?

Agora é focar nos ajustes corporais e da esteira para continuar com um treino eficaz utilizando o equipamento. São 3 passos que irão ajudar no processo de adaptação, então saiba como simular corrida de rua na esteira:

1. Olhe para um ponto fixo

A esteira é um equipamento que chama muita atenção, ainda mais com o controle total que ela entrega ao corredor. Porém, quando está correndo na rua, o atleta precisa estar no seu eixo, olhando para um ponto fixo na altura regular do olho.

Na hora que for simular o seu trajeto na esteira, evite olhar para baixo ou se distrair com as funções no painel. Para um bom rendimento, tenha um ponto fixo, pois além de manter a concentração, ajuda na postura reta, na mecânica da corrida e numa boa execução da prática.

2. Não apoie os braços na esteira

Por estar simulando uma corrida de rua na esteira, é necessário entender a mecânica e adaptar o corpo para o aparelho, sendo assim, ao correr na esteira, não apoie os braços na lateral ou na frente do equipamento. É comum variar a velocidade ou buscar algum equilíbrio na hora da corrida, porém, como é uma simulação, evite qualquer suporte que não terá na hora que estiver na rua.

O corredor de rua deixa seus braços rentes ao corpo em movimento de velocidade, desse modo, não apoie os braços na lateral ou na frente da esteira, pois ela não ajudará em ganhos para o treino. É apenas um suporte que será exclusivo da corrida na esteira.

3. Coloque inclinação de 1%

A esteira é a escolha de muitos atletas pela redução de atrito com o solo da rua, além do baixo impacto nas articulações, contudo, para estar em um treino que vai ajudar em outro terreno (rua), é preciso adaptar o equipamento para essa realidade.

Para aproximar o gasto energético da prática na rua e otimizar o treino no equipamento, coloque a inclinação de 1%, assim você terá a aproximação de um treino eficaz e parecido com o de rua utilizando a esteira.

Foco e adaptação

Aprender a como simular corrida de rua na esteira é um processo que vai além da técnica, mas que também envolve a consciência. O corpo e a mente podem ficar dispersos, pois é normal do ser humano não focar em algo por muito tempo, sendo assim, ao começar as simulações, tenha foco, acompanhamento e busque as devidas adaptações.

Além disso, saiba que é bom alternar o solo do treino para o corpo acostumar com as variações e também para otimizar e ter diferenças no cronograma de treinos. Lembre-se de ter o devido acompanhamento profissional, pois como se trata de uma adaptação a um aparelho, é essencial ter o suporte de um profissional e não realizar os ajustes de forma isolada.

E você, já simulou uma corrida de rua na esteira? Conta aqui nos comentários!

Posts relacionados