Práticas esportivas

Saiba como melhorar o fôlego na corrida para manter a qualidade dos treinos!

single image

Aprender a como melhorar o fôlego na corrida é uma necessidade para manter a qualidade dos treinos e conseguir progredir de forma segura, influenciando diretamente a resistência física e o conforto durante a prática. 

Nesse cenário, investir em técnicas que ajudem a controlar a respiração é um caminho para evitar e/ou combater a fadiga precoce e a falta de ar. Assim, é fundamental compreender e aplicar estratégias que ajudem a melhorar a experiência geral no esporte.

Se você é corredor que está passando por tais dificuldades, veja aqui como trabalhar a respiração na prática e quais são as 5 técnicas que vão te ajudar a melhorar o fôlego na corrida!

Como trabalhar a respiração na corrida?

Correr pode parecer simples, mas a prática envolve coordenar movimentos complexos, incluindo a respiração e o ritmo cardíaco. Aqui, uma das principais preocupações dos atletas é evitar a perda do fôlego, especialmente durante corridas de longa distância. 

Isso pode ser desafiador, mas é possível melhorar a situação com prática e técnicas adequadas. A sincronização da respiração com a manutenção de um ritmo constante são estratégias essenciais para prolongar a resistência e otimizar a energia.

Para isso, é útil experimentar diferentes padrões de respiração ao longo dos treinos e descobrir qual funciona melhor para você.

Como não perder o fôlego?

Para um corredor, compreender a importância de encontrar o seu ritmo na modalidade é fundamental para melhorar a qualidade do treino. Isso porque cada atleta tem sua individualidade, e a respiração se adequa a suas características.

Assim, a chave para manter a cadência adequada está na compreensão dos sinais do próprio corpo e na prática consistente. Isso envolve aprender a:

  • Ajustar o ritmo conforme a sensação de fadiga aumenta ou diminui. 
  • Monitorar os batimentos cardíacos
  • Regular a respiração.

Como melhorar o fôlego na corrida?

Saber como melhorar o fôlego na corrida é uma questão importante para muitos corredores, independentemente do nível de experiência. Uma das maneiras mais eficazes para isso é através do domínio das técnicas de controle da respiração. 

É importante prestar atenção à forma como inala o ar, focando no controle da cadência respiratória. A prática regular dessas técnicas pode ajudar os atletas a desenvolver hábitos de inspiração e expiração que os acompanharão durante as corridas.

Você já viu aqui que, sem uma respiração adequada, os esportistas correm o risco de ficarem fatigados rapidamente, prejudicando seu ritmo e desempenho geral. Além de técnicas de respiração, há uma série de estratégias que podem ajudar a entender como melhorar o fôlego na corrida. A seguir, você confere 5 delas:

No centro, mulher correndo. Abaixo dela, 5 dicas úteis para melhorar o fôlego na corrida

1. Pratique a respiração diafragmática

Pratique regularmente a respiração diafragmática, que envolve inspirar profundamente pelo nariz, permitindo que o diafragma se expanda totalmente, e expirar lentamente pela boca. Isso ajuda a maximizar a entrada de oxigênio nos pulmões e promove uma respiração controlada durante a corrida.

2. Sincronize a respiração com os passos

Experimente sincronizar sua respiração com seus passos durante a corrida. Por exemplo, muitos corredores acham útil adotar um padrão de dois passos para inspirar e dois passos para expirar, ou até mesmo três para três. Assim, é possível manter um fluxo constante de oxigênio para os músculos, regulando o ritmo da corrida.

3. Faça treinamentos de resistência

Tente incorporar treinos de resistência na sua rotina, como os de alta intensidade ou treinos de fartlek, já que eles podem ajudar a melhorar a capacidade pulmonar e a resistência cardiovascular ao longo do tempo. 

Esses tipos de treinamento desafiam o sistema respiratório, ajudando-o a se adaptar e fortalecer para lidar com as demandas da corrida.

4. Opte por técnicas de relaxamento mental

Opte por técnicas de relaxamento mental durante a corrida, já que o estresse e a tensão podem causar respiração superficial e rápida, levando à fadiga prematura. 

Nesse caso, visualize cenários positivos (você completando o treino) e foque no controle da respiração. Essas técnicas podem ajudar a manter a calma e a reduzir a ansiedade ao correr, além de facilitar a respiração e o desempenho geral.

5. Mantenha boa postura 

Por fim, mas não menos importante, foque em manter uma boa postura ao correr, afinal, ela permite que os pulmões se expandam completamente, facilitando a entrada e a saída de ar. 

Também incorpore exercícios de fortalecimento do core e da parte superior do corpo na rotina de treinamento para ajudar na postura adequada, que, por sua vez, facilita a respiração eficiente.

Além dessas, outras iniciativas podem ajudar, como:

Fique sempre atento à sua respiração!

Agora você já sabe como melhorar o fôlego na corrida!

Corredores iniciantes podem se sentir sem fôlego mais rápido do que corredores experientes, mas, com o tempo e a consistência no treinamento, a capacidade pulmonar e a funcionalidade respiratória tendem a melhorar. Portanto, é essencial ser paciente e persistente quando o assunto é melhorar o fôlego na corrida.

Além de todas as dicas deixadas aqui, não dispense um estilo de vida saudável fora das pistas, já que isso pode ter um impacto significativo na saúde respiratória. Isso inclui priorizar uma dieta balanceada, dormir o suficiente e evitar hábitos prejudiciais, como fumar.

Por fim, lembre-se sempre de ouvir o seu corpo e ajustar a respiração conforme necessário durante a prática. Ao se concentrar nesses passos, é possível desenvolver habilidades importantes, que te acompanharão ao longo da sua vida!