Práticas esportivas

Saiba como deixar o receio e as desculpas de lado para começar a nadar agora mesmo!

single image

Começar algo novo é sempre desafiador. Quando a novidade é um esporte, o início requer muito mais do que o desejo de se reinventar, é necessário preparação, apoio profissional, estrutura e um bom plano de treino. E com a natação não seria diferente, pois a forma como você vai começar a nadar pode fazer com que a atividade se torne ainda mais prazerosa e o aumento de performance mais rápido e satisfatório.

Como começar a nadar?

A resposta pode parecer óbvia, mas é quase uma palavra de ordem: nadando. Para Wanderley Santos, Head Coach da Assessoria Esportiva Yellowcap Sport Club, o primeiro passo é se matricular na academia e contratar um professor ou pacote de aulas. Nesse início, o aconselhável é encontrar um espaço no dia a dia para que a natação faça parte da sua rotina e, principalmente, não começar sozinho. “Encontre um profissional qualificado. Uma boa indicação de alguém que já conheça o trabalho dele é válida. Também busque referências.  Hoje as redes sociais são uma boa alternativa para isso.”, explica.

A recomendação também é feita pelo educador físico Alessandre Rodrigos Vieira: “Jamais devemos iniciar qualquer atividade física sem o auxílio de um profissional da área, pois ele saberá conduzir o melhor processo de ensino/aprendizagem e verificar quais as necessidades iniciais do aluno.”. Para ele, o acompanhamento é essencial e ajuda em outro ponto importante: persistir e entender de onde vem o receio de começar a nadar, como, por exemplo, um trauma de infância, questões estéticas, timidez ou constrangimento. Para acabar com esses bloqueios, o treinador reforça a importância de procurar um bom local e um profissional de educação física com boa experiência na área, caso os bloqueios sejam relacionados a traumas de afogamento, é importante também buscar o auxílio de um psicólogo, pois ele irá identificar qual situação funciona como gatilho.

Além disso, é importante ressaltar a origem do desejo pelo esporte, seja um sonho relacionado a viagens ou o interesse por atividades aquáticas. “Sempre saliento que a natação é transformadora, descobrimos um novo mundo, ganhamos qualidade de vida e transmitimos os benefícios vivenciados na natação a outras pessoas. Sobre a idade, ela não passa de um número. Com dedicação e disciplina o adulto se desenvolve tanto quanto uma criança iniciante.”, complementa.

Por que começar a nadar?

Como toda atividade física, a natação também traz diversos benefícios para a vida adulta, como melhora da qualidade de vida, fortalecimento do corpo e outras vantagens que vão além do bem-estar físico: diminuição do estresse e da ansiedade, relaxamento e boa saúde mental. Mas não pense que as maravilhas de estar embaixo d’água param por aí, é o que diz Wanderley: “Fugindo um pouco do pensamento comum, posso dizer que com uma boa natação você pode superar grandes desafios que poucos conseguem, como realizar uma travessia em mar aberto ou almejar participar de provas de triathlon. Isso só quem sabe nadar pode alcançar.”, relata.

E como os benefícios da natação são infinitos, Alessandre também acrescenta alguns pontos positivos como aumento da disposição, maior qualidade de sono, tonificação muscular, maior mobilidade articular, cognitiva e coordenativa e fortalecimento do sistema respiratório e cardíaco. Bem como também a possibilidade de migrar para outras modalidades, como citado anteriormente por Wanderley. “Hoje vemos o crescimento da natação em águas abertas e muitos adultos que já correm ou pedalam querem migrar para o triathlon ou até mesmo realizar as provas de travessias. Muitas vezes nos procuram dizendo que daqui a 3 meses tem um evento ou prova alvo, porém não sabem nadar. Portanto, ter a orientação de um profissional é indispensável. Iniciar em piscinas mais rasas também é um bom caminho.”, esclarece. 

Nadando contra a corrente

Por mais que no fundo (das águas), a vida sempre valha a pena, a natação traz consigo alguns desafios, principalmente para adultos que pretendem dar início ao esporte. Por isso, alguns fatores podem impedir o futuro praticante de dar o mergulho inicial. “São vários os fatores: tempo para realizar as aulas, medo e insegurança de falhar, encontrar uma piscina que caiba dentro de sua rotina diária, são os principais pontos.”, explica Wanderley.

Já nas questões que envolvem traumas, idade e estética e vergonha de começar a indicação é ter um profissional que entenda a complexidade de iniciar um novo esporte. Nesse caso, é mais certo procurar por aulas individuais e não coletivas. Outra dica é buscar a vontade de viver a prática e todos os benefícios que se pode conseguir por meio dela. “Não se importar com nada disso é um primeiro passo.  Tratar o tema de dentro para fora é uma boa estratégia, então cuide do psicológico, da mente.  Ter um professor que entenda essa questão psicológica ajuda muito. Também encontre sua verdadeira motivação.  Entenda o objetivo de começar a nadar.  Se não existir um propósito, certamente não terá sucesso.”, indica o Head Coach. 

Continue a nadar

Para além da frase conhecida pelos filmes na Disney, a dica também vale para a vida real: persistência. De acordo com Wanderley, a ideia é traçar objetivos possíveis e correr atrás de cada um deles, um passo de cada vez para que metas extraordinárias e impossíveis não te façam desmotivar. “Pense em realizar pequenas conquistas. Não coloque um prazo curto para cada uma delas. Sempre que alcançar uma vitória imediatamente já trace um novo objetivo.”, incentiva o treinador.

Já na visão de Alessandre, é necessário também confiar no processo de aprendizagem e na competência do professor. Outro ponto para não desistir e aumentar a performance é buscar orientação nutricional e suplementar. “Se o aluno não tem experiência alguma com a modalidade, o quesito performance inicialmente fica em segundo plano. Com a sua adaptação ao meio líquido, o aumento da qualidade dos seus gestos motores e uma frequência maior de aulas a performance será parte do processo.”, finaliza.

Conheça os profissionais

Treinador WanderleyWanderley Santos é Head Coach da Yellowcap Sport Club. Apaixonado por natação, pratica o esporte desde os 6 anos de idade e tem em sua história diversas competições. Hoje, com 38 anos de prática no esporte, Wanderley tem 23 de atuação profissional, 21 de formado, participação em diversas competições internacionais e também presença entre os 10 melhores nadadores do mundo em 2018. Atualmente possui sua própria piscina onde procura transmitir meu amor pelo esporte para quem tem a sorte de nadar por lá.

treinador AlessandreAlessandre Rodrigos Vieira é formado em Licenciatura Plena em Educação Física pela UNIFEV – Centro Universitário de Votuporanga/SP, pós-graduado em Metodologia Da Educação Física pela UNINTER. Além disso, é Bike Fitter formado pelo Sistema Infinity Fit e Escola Brasileira de Bike Fit, técnico de Vôlei nas cidades de Votuporanga, São José do Rio Preto e Olímpia e técnico de natação na Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto. Professor de Educação Física Colégio Liceu Olímpia. É também proprietário da Tri Assessoria Esportiva e Bike Fit sediada em Olímpia.

1 Comentário
  1. Patrícia Godoy 3 semanasatrás

    Ótima matéria. Realmente a parceria com um profissional faz toda diferença, auxiliando no desenvolvimento e aprimoramento das atividades.

Deixar um comentário

Fique tranquilo que não publicamos o seu endereço de email.

Posts relacionados