Práticas esportivas

7 dicas essenciais para iniciantes começarem a correr na rua!

single image

Quando uma pessoa busca por novas práticas para mudança de hábitos, normalmente a corrida é uma boa escolha! Entre os estilos de corrida, a que ganha mais adeptos é a de rua. Contudo, surgem várias dúvidas para o corredor iniciante, sendo a principal delas: como começar a correr na rua de forma adequada?

Sendo assim, uma ajudinha é sempre bem-vinda! E, para isso, existem várias pesquisas que ajudam a clarear os pensamentos. Separamos 7 dicas essenciais para o corredor de rua iniciante.

Como começar a correr na rua?

Para tirar suas dúvidas, ou ao menos te ajudar a entender um pouco sobre os mecanismos da corrida de rua, listamos 7 dicas para você começar a se aprofundar no assunto.

Faça uma avaliação física

Antes de mais nada, é necessário saber se o seu corpo está apto para a atividade. Não adianta ter toda força de vontade, mas não ter condições físicas necessárias para praticar o esporte! O profissional que realizar a avaliação vai te auxiliar nessa questão, indicando se a atividade é bem-vinda na sua rotina!

Não se chateie caso a resposta for negativa, é melhor ter essa consciência e respeitar o seu corpo do que lesionar sua perna durante a prática do exercício. Existem centenas de esportes que são acessíveis, então faça uma avaliação física para saber qual atividade encaixa melhor nas suas condições físicas e necessidades.

Busque ajuda de um profissional!

Essa dica está relacionada com a anterior, pois para começar a praticar o esporte é necessária uma ajuda profissional. Seja um técnico, um treinador, um educador físico ou até uma assessoria, o apoio para a prática da corrida de rua é fundamental!

Uma pessoa qualificada conhece os mecanismos básicos do corpo, sendo assim, ela vai conseguir te guiar para os melhores treinos, não deixando nenhuma carência.

E a ajuda profissional é bem-vinda na academia também, pois os personais ou instrutores irão ajudar caso você prefira correr na esteira. Não fique receoso em pedir um help, sempre que alguém está iniciando algo novo inúmeras dúvidas surgem.

Além disso, caso queira treinos personalizados mesmo sendo iniciante, busque uma assessoria de corrida, ela te entregará acompanhamentos e feedbacks, ajudando também na sua evolução!

Intercale os dias de treino

Não queira prejudicar seu corpo no início dos treinos! Esse é o momento para entender a mecânica da corrida, então não saia correndo em alta intensidade durante 5 dias da semana.

O ideal é buscar intercalar os treinos, pois o progresso é lento e gradual. O ritmo vai sendo adaptado e aos poucos as longas distâncias serão bem-vindas.

Não se preocupe com distâncias agora, pois nesse primeiro momento é necessário saber quanto tempo seu corpo aguenta a atividade, não a quantidade de quilômetros que consegue fazer no percurso.

Saiba que em pouco tempo seu corpo estará apto para novos piques, então evite essa alta intensidade por agora.

Correr na rua ou na esteira?

Algumas pessoas, quando têm dúvida de como começar a correr na rua, também perguntam se correr na esteira terá o mesmo efeito.

A resposta é não! Ao correr na rua você estará lidando melhor com a respiração, pois ela está cadenciada no ritmo da passada, além da noção corporal ser bem maior. Na rua você precisa manter sua velocidade, diferente da esteira que já estará em uma velocidade fixa. Lembrando que lidar com a umidade do ar e fazer um percurso não linear são características da corrida de rua.

Contudo, fica a critério do corredor escolher sua forma. Ambas apresentam resultados e por algumas pessoas já estarem fazendo atividades na academia, acham melhor correr na esteira. Tudo isso irá depender do resultado que você está querendo alcançar. Então coloque na balança os prós e contras de cada modalidade para escolher a melhor delas.

Respeite seu corpo

Mais que uma dica, é também uma reflexão. Respeite os limites do seu corpo. Por estar iniciando na corrida, o pensamento de muita gente é relacionar o treino com a dor. Esse tipo de ideia é bem equivocada, pois a dor e o cansaço são comuns, mas não acontecem frequentemente. 

Não eleve seus limites e, caso esteja cansado, busque por um ritmo leve no treino. É por esses motivos que reforçamos o auxílio de um profissional, pois assim o corredor vai entender melhor a necessidade de respeitar o próprio corpo e os sinais que ele dá ao longo da sua jornada.

Sinta-se à vontade

Faça da corrida de rua um hábito e também um hobbie! Quando nos sentimos bem fazendo um exercício é mais fácil voltarmos a praticar e nos sentirmos à vontade executando. Tenha uma relação de amor e persistência com a modalidade de corrida que preferir, assim o tempo passa mais rápido e a atividade se torna prazerosa, uma diversão. 

Durante o processo da corrida o rendimento aumenta e o atleta acaba não percebendo, sendo algo que se faz por prazer as consequências positivas passam despercebidas. Depois de descobrir que seu corpo está respondendo melhor ao exercício, o ‘gás’ para continuar a prática é ainda maior.

Procure novos desafios!

Por fim, é essencial buscar novos desafios no futuro. Seja correr 10 km ou uma maratona! Tenha objetivos a médio e a longo prazo, assim, ao longo da sua rotina de exercícios você vai enxergar a possibilidade de cumprir essa meta. Os desafios nos fazem treinar com mais intensidade e com mais vontade, já que ir atrás de um objetivo faz com que a garra seja ainda maior.

Aplicando os conhecimentos de como começar a correr na rua

Agora, com as dicas necessárias, está na hora de calçar o seu tênis de corrida, pegar a sua planilha de treinamento e começar a correr! Não desanime e busque os ajustes iniciais para correr com segurança. A evolução e a perfeição vêm com o tempo.

Gostou das dicas? Conta pra gente aqui nos comentários e não deixe de compartilhar nas suas redes sociais!

Deixar um comentário

Fique tranquilo que não publicamos o seu endereço de email.

Posts relacionados