Práticas esportivas

Guia completo sobre Ciclismo para qualquer praticante!

single image

Utilizada como meio de transporte, a bicicleta também é um veículo que é usada para o meio esportivo. Indo para além das pedaladas, essa modalidade intensa vem crescendo e tem seu destaque em algumas práticas, como o Triathlon, merecendo um espaço para falar sobre. E aqui, iremos abordar um pouco da prática do Ciclismo!

Se interessou pelo assunto? Então fique conosco e leia nosso guia definitivo de ciclismo para desmistificar alguns pensamentos sobre a prática, entendendo com detalhes como esse esporte é um ótimo investimento.

O que é ciclismo?

O ciclismo é uma prática que está dentro da tríade do Triathlon, junto com a corrida de rua e a natação. Ela consegue ser realizada em diversos terrenos, tendo como base o uso de alguns equipamentos básicos, sendo a bicicleta a principal.

Essa é uma prática intensa, contudo muitos podem participar ou realizá-la. Ela exige treino, e deve ser levada a sério. O ciclismo não é apenas ter uma bicicleta e sair pedalando por muito tempo. É necessário prática e acompanhamento para ser um ciclista profissional, além de entender seus mecanismos, modalidades e regras!

E mais: o ciclismo é uma prática que exige muito cuidado e atenção! Não queira começar sem auxílio profissional e sem os equipamentos ideais. O esporte, se mal executado, pode ocasionar fraturas, lesões nas articulações dos joelhos e tornozelos e por assim adiante. Não pratique sem supervisão!

História do Ciclismo

A história do Ciclismo começa ao final do século XIX, perto da data de 1850. O início nessa época ocorreu pelo fato das bicicletas começarem a evoluir e desenvolver-se com maior velocidade, com as tentativas de aperfeiçoamento nesse veículo.

O país pioneiro desse esporte foi a Inglaterra, como ocorreu também com a prática de corrida de rua. Contudo, por aqui necessitar de um equipamento (a bicicleta), a participação popular não foi tão alta ou impactante como a corrida.

Com os avanços nesse equipamento, como maior velocidade e um pouco de ergonomia, facilitou com que esse meio de transporte ficasse cada vez mais leve e menos caro. A partir disso, começou a surgir as primeiras competições de rua pela Europa, tendo a primeira grande maratona em 1868 entre as cidades de Paris e Rouen, com 123 km de percurso! O primeiro ciclista que ficou conhecido como vencedor foi o britânico James Moore, fazendo esse trajeto em um tempo de 10h25.

Essa prática tem tanta relevância, que desde a Era Moderna ela faz parte dos Jogos Olímpicos. Na primeira edição dessa era (1896), realizada em Atenas, o ciclismo já estava sendo praticado profissionalmente.

No Brasil, não existe um registro exato da prática, mas a aparição da bicicleta e a sua prática gira em torno do final do século XIX e início do séculos XX. Algumas cidades já tinham a usabilidade dessa transporte, como São Paulo e Espírito Santo.

Variações da modalidade Ciclismo

O ciclismo não é uma prática fechada. Ela possui algumas variações, e vamos listar elas aqui embaixo para um maior conhecimento!

Ciclismo de Estradadezenas de corredores em ciclismo de estrada

Considerada a modalidade mais antiga, ela foi a precursora do ciclismo como esporte! As suas provas são realizadas na estrada, utilizando bicicletas aerodinâmicas e leves, para que assim os atletas consigam atingir altas velocidades e fazer maiores distâncias!

Essa é prova mais popular, considerada a mais importante no circuito Mundial, além de grande relevância todo ano na Tour de France (competição de ciclismo). Por ter um grande conhecimento popular e destaque social, quando alguém pensa em ciclismo, essa é a modalidade que associam ao esporte.

Nessa modalidade, existem algumas variações de provas, desde um dia inteiro de duração, até provas contra o relógio.

Mountain Bikeroda passando em cima de lama em ciclismo mountain bike

Modalidade mais recente dentro do ciclismo, ela não possui tanta variação. Seu terreno para a prática oscila e as bicicletas não são fixas. Elas são ‘adaptáveis’ para o solo, pois exigem diferentes capacidades e técnicas.

O objetivo dessa modalidade é realizar percursos com declives, obstáculos e irregularidades. Mesmo levando ‘montanha’ no nome, a prática não é exclusiva para esse terreno. Sua variação vai desde parques na cidade, trajetos nas ruas com escadas, até a própria trilha em montanha.

Essa modalidade é bem diversa, tendo algumas categorias dentro dela. Algumas variantes são:

  • Trip Trail
  • Freeride
  • Uphill
  • Downhill
  • Cross Country
  • Enduro de Regularidade

Ciclismo de Pistaatleta pedalando em terreno de pista

A modalidade menos conhecida entre as citadas, ela é feita numa pista circular, sendo realizada normalmente dentro de um pavilhão. Ela possui algumas variações, mas o objetivo principal é sempre realizar a prova no menor tempo possível.

Ela é uma derivação do ciclismo de estrada, mas não tem tanta popularidade. Para além, ela é considera uma prática com bastante adrenalina, pois as bicicletas nessa modalidade não possuem freios convencionais. Para dosar a velocidade, os ciclistas precisam utilizar os pedais. Contudo, um dos objetivos desse estilo são as grandes velocidades, então o impacto do freio não é tão ‘relevante’.

Ciclismo BMXatleta equipado para praticar ciclismo

Considerada a caçula do ciclismo, essa é uma prática com destaque norte-americano. Ela consegue ser mais barata (e acessível) para a maioria, além de mais fácil de ser praticada.

Para muitos, além é a mais radical, pois além da agilidade e velocidade, a modalidade é caracterizada pelos saltos e obstáculos que os ciclistas precisam encarar. Esse é uma prática com grande influência também do Motocross.

Todos podem praticar ciclismo?

Depende da pessoa e das suas condições físicas e cardíacas. Uma avaliação de um profissional é o ideal para averiguar a possibilidade. Contudo, andar de bicicleta é recomendado para muitos. Vale a pena usar esse meio de transporte no seu cotidiano.

Agora, para virar um atleta de ciclismo, verifique as suas possibilidades. Na maioria dos casos, a prática pode sim ser recomendada e apoiada.

Começando a pedalar

Sabendo das necessidades básicas para começar a pedalar, que seria o auxílio de um profissional adequado, vamos dar uma dica essencial para quem quer começar ou se especializar na prática!

Assessoria esportiva para ciclista

Com o objetivo de sanar as carências do atleta, uma assessoria vai auxiliar no acompanhamento do ciclista. Nesse caso, um profissional vai estar presente nos treinos, auxiliando nas necessidades para a prática do ciclismo, não deixando faltar nada para render o seu desempenho.

Para além, estar em uma assessoria, o atleta vai garantir alguns benefícios.

Treinamento personalizado

Com a assessoria, planilhas de treinamento de acordo com a sua necessidade serão fornecidas. Por ser uma prática intensa e cheia de variações, o ciclista só tem a ganhar com um treino personalizado, pois assim é garantido que o treino é correto e ideal para a sua atual situação!

Acompanhamento

Com o acompanhamento, o treinador terá o conhecimento de cada pedalada sua! Assim, é de maior visualização a sua evolução nos treinos, além de garantir, na medida do possível, uma relação forte com o assessor, estando ele perto ou não.

Segurança

Talvez o ponto mais importante em ter uma assessoria de ciclismo para realizar seus treinos! Esse é um fator crucial para não lesionar seu corpo. A segurança é necessária e uma assessoria tem que garantir para o aluno, pois o acompanhamento e as adaptações são feitas para evitar danos ao ciclista.

Sendo assim, investir em uma assessoria esportiva como parceira só atrai vantagens para você. Entenda as suas necessidades e não tenha medo de procurar uma! Para melhorar sua performance, seja atleta iniciante ou profissional, todo cuidado que você prevê nas suas atividades já garante um alto desempenho.

Equipamentos para praticar ciclismo

Conhecendo os cuidados básicos para praticar o ciclismo, está na hora de saber quais são os equipamentos necessários para realizar de forma segura o esporte. Não basta apenas uma bicicleta e boa vontade! Por ter variação de terreno e outras peculiaridades que você já sabe, é recomendado alguns equipamentos de proteção que servem para várias modalidades.infográfico apontando os equipamentos para praticar ciclismo

Bike

Meio óbvio, mas é o equipamento principal para o ciclista. Esse equipamento precisa ser aerodinâmico, ergonômico e adaptável para a sua modalidade. Se for para mountain bike, são necessários pneus grossos, por exemplo. Caso for ciclismo de estrada, os pneus já são bem mais finos. Pesquise as referências para a sua prática e invista no modelo que lhe agradar.

Luvas de Proteção

As luvas são necessárias para evitar o atrito no guidão, além de amenizar calos ou desconfortos na hora das práticas. Elas protegem as mãos de queda, ajudando também na aderência entre mão e guidão.

Roupas

Existem modelos de roupa (ou uniforme) para ciclismo, então evite vestimentas que não são feitas para a prática, como calça ou bermuda jeans. A roupa do ciclista é bem diferente do normal! Elas são adaptáveis ao corpo do atleta, reduzindo resistência contra o vento que possa vir incomodar, além de serem produzidas com um material que regula a temperatura do corpo e protege o ciclista das exposições prolongadas ao Sol, como ocorre nas maratonas.

Capacete

Por último, é necessário ressaltar a importância da proteção na cabeça! O capacete serve em casos de quedas, então utilize sempre, pois não fazer uso desse equipamento pode representar um grande risco para a saúde do ciclista.

Vale ressaltar que existem outros equipamentos que podem agregar valor na usabilidade da bicicleta, por exemplo, porém vai da necessidade da pessoa. O importante é não deixar de utilizar os que foram citados, pois são os primordiais para proteção e desempenho no esporte!

Ciclismo na cidade

Como visto em algumas modalidades e categorias, o ciclismo pode ser praticado na cidade. Contudo, treinos ou até momentos de lazer que o ciclista tem pode ser aproveitando o espaço urbano. Sendo assim, vale a pena informar sobre a necessidade de alguns acessórias para evitar acidentes ou até algum risco para quem está usando esse meio como veículo.

Acessórios importantes

Vamos dar algumas dicas de produtos que podem (e devem) ser utilizados quando o ciclismo for praticado na cidade. Lembrando sempre que utilizar os equipamentos adequados vale para a prática em vias urbanas também!

Cadeado

cadeado vetor Por estar na cidade, às vezes o ciclista pode querer dar uma parada, seja para ver algo que chamou sua atenção, ou para tomar uma água, por exemplo. Contudo, nesses momentos não tem como deixar a bicicleta solta.

É por isso a necessidade de ter um cadeado de segurança para a sua bike, podendo colocar seu veículo em um local adequado, sem preocupações de ser roubado ou furtado.

Bagageiro

bagagem de bicicleta vetorEssa vai para as pessoas que fazem longas distâncias. Seja para levar um material, garrafa d’água até uma mochila, um bagageiro é essencial para um ciclista no meio urbano.

Esse acessório é feito exatamente para carregar esses pesos, evitando desconforto ao ciclista. E ainda também ajuda a não ficar carregando mochila nas costas e prejudicando o percurso marcado. 

Então caso seja um ciclista que sempre anda com muitas coisas mas não quer evitar de treinar, comprar um bagageiro é uma ótima saída para esse problema e ainda tornar a sua pedalada mais eficiente!

Iluminação

lanterna vetorAcessório para os ciclistas noturnos! Uma iluminação é necessária para auxiliar a enxergar melhor o seu trajeto, evitando acidentes como bater em pedestres ou carros. Ela ainda auxilia a ver desníveis ou buracos no trajeto, evitando que se machuque na prática.

Quais os benefícios da prática

Vamos a parte mais importante para alguns: saber quais os benefícios dessa prática!

O ciclismo é uma ótima saída para melhorar condições de saúde, como algumas doenças, além de auxiliar na musculatura do corpo. Segue alguns benefícios.

Aumenta a Imunidade

Por ter hidratação constante e o equilíbrio da respiração, por exemplo, o atleta tem um aumento da imunidade de forma natural. Ao praticar esse exercício, é comum dieta e novas hábitos alimentares, além do controle corporal. O impacto é uma resposta mais ágil do organismo, tendo como uma das consequências o aumento da imunidade.

Forma Física

Assim como a corrida, o ciclismo é uma prática aeróbica, então ela ajuda na resistência, forma física e na musculatura.

Pedalando com frequência, a resistência é vista nas pernas, aumentando o desempenho e evitando lesões durante a prática esportiva. Como consequência, até caminhar vira um hábito mais fácil, conseguindo fazer longos caminhos sem o veículo.

Já na musculatura e forma física, o ciclismo tonifica perna, coxa e glúteos pela alta movimentação dessa área.

Doenças Cardiovasculares

Por ter intensidade no exercício, um dos efeitos da prática constante é a queima de gordura localizada, e na redução do colesterol. Isso ajuda contra as doenças cardiovasculares, pois em conjunto com o conhecimento corporal e da respiração, o sangue consegue bombear de forma mais natural para o resto do organismo.

Viu só que qualidade de vida o ciclismo oferece para o praticante?

Pedalada eficiente: Como melhorar a técnica?

Depois de acertar a rotina, é legal pensar na evolução. Ela é necessária para tornar-se um profissional, então a técnica precisa ser mais apurada. Dentro do ciclismo, uma técnica que tem destaque é o Bike Fit.

Bikefit

O Bike Fit é uma técnica para ajudar o ciclista a achar as posições ideais na hora da prática, para assim evitar desconfortos e lesões no seu percurso. Isso ocorre pois é de senso comum pensar que existe apenas uma postura correta para pedalar. Contudo, cada pessoa e cada modalidade haverá uma postura ideal, então não existe regra padronizada para a prática.

Esse é um assunto com bastante detalhe, e como estamos falando de técnica de forma sucinta, recomendamos ler mais sobre Bike Fit.

Melhorando o rendimento no ciclismo

Para aprofundar nos auxílios durante os treinos, um fato é necessário: rendimento melhora apenas com descanso! Para entender uma pouco mais, segue 3 dicas básicas para dar um upgrade no rendimento na prática do ciclismo

Importância do descanso

De nada adianta treinar 7 dias da semana com alta intensidade. Os resultados aparecem quando o corpo está descansando.  É durante esse período de tempo que o seu corpo vai adquirir resistência. É ótimo fazer um treino pesado e ver a sua capacidade em jogo, mas relaxar pós treino e ver maiores evoluções é ainda melhor!

Assim, com o descanso adequado, o rendimento aumenta e sua resistência fica impecável para o próximo desafio.

Importância da alimentação adequada

O que mantém a energia durantes os treinos, como também ritmo antes e depois dos exercícios é a alimentação adequada. Ingerir quantidades ideais e alimentos saudáveis é o que garante um alto desempenho. Isso vale tanto em dias de atividades com nos descansos.

Entenda a alimentação também como a frequente ingestão de líquidos. Hidrate seu corpo com bastante frequência, além de investir em sucos naturais (frutas de sua preferência num geral), vitaminas e até iogurte. Só importante ressaltar que ter um acompanhamento médico é essencial, então não monte suas dietas se não for um atleta formado em nutrição!

Importância do aquecimento

Como última dica, vamos ressaltar a importância do aquecimento. Muitos nem ao menos começam seus treinos fazendo essa série de atividades, contudo isso é um erro.

‘Esquentar’ o corpo pré treino é uma maneira do seu corpo entender que uma intensidade de prática irá começar a ser executada. Uma boa saída é realizar exercícios dinâmicos, pois eles auxiliam na flexibilidade e musculatura, além de fazer o corpo sair da inatividade e ir para uma série que exige mais esforço.

Contudo, os alongamentos mais ‘tradicionais’, conhecido como estático também pode ser realizado. O foco é preparar seu corpo e não sair fazendo sua prática de modo que seu corpo possa ficar prejudicado!

Agora é começar a pedalar! 

Você atleta, agora está preparado para começar essa prática com segurança! Todas as informações básicas foram apresentadas para iniciar de forma clara e protegida esse exercício com grande intensidade!

Não esqueça das necessidades básicas para realizar o ciclismo, como procurar auxílio profissional. Além disso, invista no material para evitar lesões nos treinos, como roupas e um veículo adequado.

Espero que tenha ficado tudo claro neste Guia para Ciclismo!

E você, já está preparado para ser um grande ciclista? Deixa aqui embaixo nos comentários!

Gostou do conteúdo? Não esqueça de compartilhar nas redes sociais!

1 Comentário
  1. Nossa, gostei muito da questão da alimentação para o ciclista, pois, isso é um dos fatores determinantes no desempenho do ciclista.

Deixar um comentário

Fique tranquilo que não publicamos o seu endereço de email.

Posts relacionados