Alimentação

O que acontece no seu corpo ao ter carência de vitaminas?

single image

Você já deve estar bem cansado(a) de escutar que uma alimentação balanceada é a chave para a boa saúde, que os exercícios físicos irão combater o sedentarismo, mas é bem provável que não saiba a origem daquele cansaço mental e até da dor no corpo. Conhecida como avitaminose, a carência de vitaminas é algo comum para uma parcela significativa da população, então é necessário conversar um pouco sobre esse assunto.

Pode parecer besteira, mas a carência de vitaminas tem impactos negativos no corpo, então toda atenção é bem-vinda quando se trata da saúde do organismo. Para auxiliar a entender sobre a importância das vitaminas e quais doenças podem surgir com a falta delas, fique aqui para saber como evitar esse problema comum para algumas pessoas!

O que é avitaminose?

As vitaminas são um grande combustível de energia para o corpo e ajudam também na absorção de proteínas, o que auxilia na distribuição dessa carga para o organismo e metabolismo. Ou seja, caso a pessoa apresente deficiência desses nutrientes, pode acabar tendo um prejuízo na absorção e no acúmulo de energia.

Sendo assim, a avitaminose é uma deficiência no corpo quando ele não atinge as necessidades básicas de nutrientes, o que o impede de funcionar de maneira adequada. Sem a quantidade ideal, o organismo vai apresentar sinais negativos que irão atrapalhar a rotina e a saúde, tornando-se posteriormente doenças como anemia e escorbuto.

E quais são as causas desse problema? Normalmente, o déficit vitamínico ocorre, pois não há quantidade suficiente desse nutriente nas refeições, então os hábitos alimentares estão no topo para essa questão.

Outro ponto importante de analisar são fatores fisiológicos, pois determinados tipos de pessoas podem apresentar problemas no organismo que causam a má absorção, logo, para esses casos, é imprescindível um acompanhamento especializado!

Avitaminose X Hipovitaminose

Algumas pessoas confundem avitaminose com hipovitaminose, aliás, elas estão bem próximas uma da outra. Porém, para não haver problemas no significado de cada uma delas, vamos entender melhor o que cada uma significa.

Avitaminose: carência de vitaminas extremas ou até total de um dos nutrientes desse grande grupo. Por exemplo, a falta de vitamina C em níveis altos pode gerar escorbuto, logo, é uma consequência da avitaminose.

Hipovitaminose: é a carência comum de vitaminas no organismo, de forma momentânea e que tem origem em fatores da rotina ou dificuldades do dia a dia. Por exemplo, uma pessoa que mora na região sul do país pode ter hipovitaminose D, pois pela falta de luz direta do sol, o corpo não tem a vitamina D.

Em ambos os casos, é muito importante repor as vitaminas. Tenha o acompanhamento de um(a) nutricionista para averiguar se o seu caso não é passível de suplementação vitamínica, pois as vezes as cápsulas podem ajudar!

Sintomas da carência de vitaminas

A carência de vitaminas pode causar certos sintomas no corpo. Não podemos generalizar para todos, porém algumas características são comuns na maioria dos casos. Podemos citar algumas, como por exemplo:

Doenças (e problemas) causadas pela avitaminose

Como dito nos tópicos acima, a avitaminose pode gerar algumas complicações no corpo do indivíduo, então, para conhecimento, segue uma lista de doenças e problemas que podem surgir com a carência de vitaminas no organismo:

Falta de vitamina A

A carência de vitamina A pode causar certos problemas relacionados à visão, então é comum ter olhos secos, dificuldades em enxergar no período noturno, além de evoluir para cegueira caso não seja tratado. Ainda é possível ter gripes e resfriados, anemia e infecções.

Falta de vitaminas do complexo B

São inúmeras as vitaminas do complexo B, logo, cada uma é responsável por exercer alguma função, e a sua ausência específica pode causar alguns problemas no organismo, ou até ser responsável pelo surgimento de alguma doença.

Ou seja, cada carência vai variar nos efeitos, mas normalmente é possível aparecer sintomas como ansiedade, queda de cabelo, inchaço, problemas cardiovasculares, insônia e demais problemas que você confere a seguir.

B1 – formigamento, sonolência e falta de apetite.

B2 – problemas de visão, anemia e inflamações na região da boca.

B3 – feridas na pele, fadiga e problemas gástricos no geral.

B5 – alergias frequentes, queda da imunidade, problemas intestinais e sensação de mal-estar.

B6 – feridas ao redor do olho e na pele.

B7/B8 – queda do cabelo ou calvície, sonolência, anemia e dor nos músculos.

B9 – falta de ar, irritação, distúrbios de memória e anorexia.

B11 – fadiga, fraqueza e problemas cardíacos.

B12 – queda no peso, falta de disposição, aftas e anemia.

Falta de vitamina C

A avitaminose C pode causar o escorbuto, doença que está ligada com falta de apetite, fome e sangramento gengival, ou seja, é um grande problema, mas que pode ser facilmente evitado com suplementação ou uma alimentação adequada.

Assim como a vitamina A em falta, a não presença desse nutriente pode causar gripes e resfriados. Em alguns casos, podem surgir manchas na pele.

Falta de vitamina D

A carência de vitamina D pode ter como fator de desencadeamento a alimentação, mas também por pouca exposição ao sol, sendo este uma grande fonte para que o corpo produza esse nutriente. Ou seja, a falta de vitamina D pode causar o desenvolvimento de osteoporose e doenças cardíacas ou relacionadas com a imunidade.

Para evitar dor nos músculos e fraqueza, uma boa alternativa é a prática de atividade física ao ar livre, como uma caminhada. Além disso, uma exposição diária de 15 minutos no sol já garante bons resultados para o organismo!

Falta de vitamina E

Pessoas com peso abaixo do normal ou que têm problemas para absorver a gordura dos alimentos do cardápio alimentício possuem carência da vitamina E, pois ela precisa dos lipídios para ser usada no corpo.

A avitaminose E também causa problemas relacionados à visão, mas pode causar formigamentos, fraqueza muscular, redução dos reflexos e até Alzheimer.

Falta de vitamina K

Assim como a falta de vitamina E, a carência de vitamina K é bem rara e a sua disfunção pode estar relacionada com o uso de alguns medicamentos, como os antibióticos. Por ser muito importante para o nosso sistema cardiovascular, a ausência desse nutriente pode ocasionar alguns problemas na coagulação do sangue, causando possivelmente uma hemorragia.

Como prevenir a falta de vitaminas?

Como deve ter percebido, qualquer carência de vitaminas precisa da devida atenção para evitar problemas mais graves, afinal, ninguém está afim de desenvolver alguma doença, certo? Para prevenir a avitaminose o primeiro passo é prestar atenção na refeição!

Muitos estão acostumados com dias cheios, então comer enlatados, embutidos e até comidas industrializadas é comum para a maioria, porém, para ter um corpo saudável é necessário comer alimentos frescos como frutas, legumes, cereais integrais, vegetais e por assim adiante.

Outro fator importante são os exames periódicos, então esteja em dia na prevenção de doenças do corpo. Não deixe de realizar exame de sangue e passe, se possível, em um(a) nutricionista para adequar as necessidades com a sua realidade.

Por fim, evite buscar vitaminas apenas em suplementos, pois eles não substituem as refeições, então cuidado para não danificar a saúde! Em momentos delicados, não se deve fazer o que acha necessário sem ter supervisão. Respeite o seu organismo e busque meios seguros para suprir as vitaminas diárias!

Espero que tenham gostado do conteúdo! E não se esqueça de compartilhar o artigo nas redes sociais.

Deixar um comentário

Fique tranquilo que não publicamos o seu endereço de email.

Posts relacionados