Práticas esportivas

As aulas de Jump são para você? Confira as características e cuidados dessa prática!

single image

E se eu te contar que pular também é uma modalidade esportiva, você consegue acreditar? Pode parecer novidade, mas é possível perder peso, definir musculatura e ainda ter alto gasto calórico apenas com esse movimento. Baseado na ação de saltar, a aula de jump é a novidade nas academias do Brasil!

Utilizando apenas um trampolim para realizar a sequência de exercícios, as aulas de Jump são feitas para aqueles que desejam gastar calorias e que gostam de aulas no ritmo. É possível trabalhar algumas capacidades do corpo e ainda ter bem-estar com um treino intenso! 

Para saber mais sobre esse tipo de modalidade, confira a seguir o que é Jump, quem pode praticar, quais são os benefícios da prática e se existe algum cuidado antes de começar a pular.

O que é uma aula de Jump?

A aula de Jump é caracterizada por utilizar um trampolim para fazer os exercícios propostos. Para isso, o praticante deve seguir a coreografia feita pelo professor (ou professora), sendo uma mescla de saltos, polichinelos, agachamentos e demais sequências propostas pelo profissional que está guiando a aula.

No Brasil, a prática chegou por volta dos anos 2.000 e até hoje é bastante popular. E por que a aula de Jump é tão famosa? Por ser versátil e ter música durante os treinos, essa modalidade é considerada divertida e contagiante, ou seja, mesmo desanimado, ao começar, é possível transformar o dia com uma aula de Jump!

O tempo de cada treino costuma variar, é possível ter aulas de 30 minutos até 1 hora de duração. Cada aula é única, por isso, é possível ter treinos moderados ou intensos, sendo assim, veja se a prática é viável para você.

Vale ressaltar que, como qualquer atividade física, as aulas de Jump terão exercícios de aquecimento e alongamento para o corpo não sofrer nenhum tipo de lesão, então é imprescindível o acompanhamento de um profissional capacitado para te guiar nessa modalidade!

Todos podem fazer aulas de Jump?

Por se tratar de uma modalidade que precisa de um trampolim para realizar a sequência de exercícios, nem todos poderão participar de uma aula de Jump. Essa é uma das principais dúvidas sobre a prática, então se você:

  • Tem problemas na coluna.
  • Está em gestação.
  • Tem problemas nas regiões do quadril, joelho ou tornozelo.
  • Está com sobrepeso ou em algum grau de obesidade.

Saiba que o Jump não será recomendado para as situações acima. Essas limitações podem causar impactos direto no corpo, sendo assim, preserve a sua saúde e apenas faça as aulas se não causar grandes problemas para você!

Quais os benefícios da prática?

Além de ganhar disposição para o dia a dia, uma aula de Jump vai te entregar diversos benefícios que estão relacionados à qualidade de vida. Mesmo sendo uma modalidade intensa na maior parte dos treinos, é possível ter impactos positivos além do gasto calórico. Os mais comuns são:

  • Queda do estresse.
  • Ganho de resistência e força muscular.
  • Fortalecimento dos ossos.
  • Combate da celulite e eliminação das toxinas do corpo.
  • Melhora das capacidades cardiorrespiratórias.
  • Ajuda na autoestima.
  • Aumento da consciência corporal.
  • Controla o peso.
  • Auxilia no equilíbrio e na coordenação motora.
  • Libera hormônios no sangue ligados ao prazer e bem-estar.

Ou seja, praticar Jump tem muitas vantagens e benefícios para a rotina. Basta tentar e averiguar se essa modalidade é a ideal para você!

Existe algum cuidado para fazer aula de Jump?

A sensação de ansiedade é comum para todos, logo, ela será inevitável no mundo esportivo. As aulas de Jump chamam atenção pelo alto gasto calórico, desse modo, as pessoas já separam 1 hora de treino para queimar gordura e ter resultados milagrosos.

Mas calma, existem alguns cuidados para essa prática, então nada de abusar do seu corpo. Conheça os seus limites e aumente o treino de forma progressiva. É importante se familiarizar com o trampolim, ou seja, um salto de cada vez!

Outras questões são importantes de pontuar: a prática não é de baixo impacto. Se você não é acostumado com saltos, agachamentos e demais exercícios, comece com uma aula mais leve para pegar o ritmo. Para isso, tenha sempre um instrutor ao lado e não tenha medo de perguntar como executar cada atividade.

Por fim, respeite seu ritmo, mantenha a hidratação adequada e saiba que apenas o esporte não vai te fazer atingir o objetivo principal dessa modalidade: a perda de peso. Sendo assim, tenha uma alimentação balanceada e saudável para alcançar os resultados que deseja!

Infográfica contendo informações sobre as aulas de Jump

Posts relacionados

Carregue Mais