Práticas esportivas

Qual a diferença entre atividade física e exercício físico?

single image

Pensar no mundo esportivo é lidar diariamente com muitos termos. Quando o atleta vai treinar, sempre fala que irá praticar alguma atividade ou fazer exercício. Contudo, mesmo que o senso comum indique que ambas são sinônimos, cada uma apresenta um significado diferente. Sendo assim, é necessário saber o que é atividade física e o que é exercício físico.

Por acaso você já conhece a diferença e quais exemplos para cada termo? Continue aqui para descobrir!

Atividade física e exercício físico

A atividade física pode ser definida como qualquer movimento do corpo causado pelos músculos e que gera um gasto de energia como impacto. Se pensar de um jeito bem simples, uma caminhada, andar até a academia e ir beber água são atividades físicas, pois tiram o corpo da inércia e vão gerar algum gasto calórico.

Contudo, esse é um conceito bem amplo e que precisa ser processado, pois se tudo aquilo que fazemos é atividade física, onde exatamente entram os exercícios físicos? Bom, para isso, é necessário saber o que é este conceito.

O exercício físico pode ser definido como uma atividade física, mas que precisa ser planejada, estruturada e repetitiva, com o foco em manter ou melhorar alguma capacidade física. Se pensar nos atletas que vão na academia aumentar a resistência através dos treinos de força, eles utilizam certos exercícios para melhorar as capacidades do corpo.

Entre os demais exercícios, pensar na corrida, natação, ou sequências na academia que formam a ficha são exemplos que fazem parte deste grupo. Em resumo, todo exercício físico é uma atividade física, mas nem toda atividade física é um exercício físico!

Tipos de atividade física

Considerando novamente a atividade física, é possível colocar o exercício físico dentro dela, porém é preciso pensar em como separar ambas. Além da estrutura básica do planejamento e repetição dos exercícios, a atividade física consegue ser dividida em 3 tipos de intensidade:

Leve 

As atividades de intensidade leve são as mais comuns no cotidiano e elas geram algum gasto calórico, mas não é algo tão relevante como uma rotina esportiva. Aqui, se feita com frequência e com um tempo fixo (15 minutos, por exemplo), ajuda a regular a saúde do corpo e pode evitar o sedentarismo.

As práticas de atividade física de intensidade leve são:

  • Arrumar a cama;
  • Faxinar a casa;
  • Dirigir;
  • E demais afazeres domésticos.

Moderada

As atividades físicas de intensidade moderada são as que começam a trazer mais benefícios para a vida de alguém. Isso acontece, pois a partir dela podem ser feitos exercícios que gastam mais calorias. 

Se pensar na recomendação da OMS, os 150 minutos semanais são de intensidade moderada para regular a saúde do corpo. São diversas opções. As mais comuns são:

  • Caminhar um pouco mais rápido;
  • Pedalar com uma velocidade média;
  • Praticar hidroginástica;
  • E demais atividades que exijam um pouco mais do corpo.

Rigorosa/ Intensa

Por fim, a atividade física de intensidade rigorosa é voltada mais para atletas ou para quem deseja ter um estilo de vida voltado para o rendimento esportivo. Ela não é um tipo que restringe as pessoas, mas quem opta por ela deve ter uma rotina planejada e de acordo com o perfil do praticante.

Ela também é uma prática que irá entregar mais benefícios para a saúde do corpo. As atividades mais comuns são:

Atividade física ou exercício físico?

A atividade física pode ser um incentivo para melhorar a qualidade de vida, então se o desejo é começar a fazer algo para sair do sedentarismo, opções de intensidade leve serão as melhores escolhas. Você pode, por exemplo, fazer uma caminhada, brincar com os animais domésticos, dar uma geral na casa e assim terá um gasto calórico bom em um dia comum.

Agora, se o seu foco é perder peso, gordura corporal ou até virar um atleta profissional, as escolhas serão as atividades de intensidade moderada no primeiro momento, para depois evoluir para as rigorosas.

Vale lembrar que em todos os casos o devido acompanhamento médico é necessário para evitar danos ao corpo. Além disso, existem condições para cada faixa etária, então não pense que, para começar e ter bons resultados você deve realizar atividades intensas.

Busque por profissionais que irão te auxiliar e não comece no meio esportivo sozinho. Evite lesões no corpo e tenha qualidade de vida de maneira adequada.

E você, gostou do conteúdo? Para artigos semelhantes, não esqueça de assinar a nossa newsletter!


Deixar um comentário

Fique tranquilo que não publicamos o seu endereço de email.

Posts relacionados