single image

Quem nunca foi aconselhado a ter cuidado com a corrida, porque ela, devido à grande produção de radicais livres, acelera o envelhecimento? Será que estamos jogando contra nossos objetivos??? Pesquisas revelam que a corrida de longa distância em doses moderadas, com o preparo adequado e orientação de um profissional capacitado ajuda a combater o stress oxidativo (que é o responsável pela formação de radicais livres que aceleram o envelhecimento) e que o exagero acaba aumentando esse mesmo stress.

Um estudo realizado pela UNIFESP avaliou o desempenho de corredores e chegou à conclusão de que, durante a corrida intensa, a liberação de radicais livres é realmente maior do que em quem não pratica uma atividade física de alta intensidade. Mas, quando em repouso, os atletas produzem mais substâncias antioxidantes. Então, há uma compensação e, além disso, normalmente quem corre segue uma dieta balanceada que acaba sendo rica em alimentos antioxidantes (ou pelo menos deveria ser assim!), o que contrabalança ainda mais essa equação.

O antioxidante é um tipo de substância que neutraliza a formação de radicais livres no organismo. Existem os antioxidantes naturais, que são as vitaminas encontradas nos alimentos ou os suplementos vitamínicos e de minerais e oligoelementos que atuam como antioxidantes sintéticos orais, quando a ingestão de frutas e legumes não é ideal. Os radicais livres favorecem o envelhecimento celular e os antioxidantes combatem esta ação reduzindo a velocidade do envelhecimento do organismo. Eles podem ser encontrados em frutas, vegetais, legumes e cereais. Principalmente nos alimentos que são fontes de vitamina A, C, E e selênio, que são os principais antioxidantes presentes nos alimentos.

A quantidade de antioxidante ideal para se suplementar é muito difícil de definir, porque a capacidade de oxidar nutrientes é muito variável dependendo do nível de stress, atividade física e até mesmo exposição solar que aumenta os radicais livres. Em relação à flacidez da pele, segundo os artigos, ela ocorre em atletas de alta performance, que treinam para participar de muitas corridas de longa distância, emendam várias maratonas, sem deixar o corpo se recuperar.

Treinar sob o sol sem proteção adequada: óculos escuros, boné ou viseira e filtro solar também contribui para aceleração deste processo. Então tome cuidado! É muito importante também lembrar que que filtros solares devem ser reaplicados a cada 45 a 60 minuto de prática de atividade física e isso vale mesmo para os filtros específicos para prática de esporte. As mulheres devem ter cuidado especial com os seios. Hoje existem tops específicos e cada vez mais reforçados que dão a sustentação adequada.

O corpo humano não foi feito para ficar parado. A corrida, assim como qualquer outra atividade física, traz energia, resistência e melhora o condicionamento cardíaco e imunológico. Além disso, ajuda a prevenir doenças como hipertensão, osteoporose e depressão. Procure um bom professor de Educação Física para montar seus treinos, tenha disposição, se alimente corretamente, tome cuidado com o sol, descanse, seja feliz e não se preocupe em envelhecer por causa da corrida!

Dra Roberta Rohde
Clinica Ricardo Borges

Posts relacionados