single image

Desde que com a aprovação médica das mulheres pode realizar exercícios de musculação durante boa parte da gravidez. Estão são as normas básicas que devem ser seguidas:

  1. Reduzir a intensidade (utilizar menos peso, peso fazer menos séries, aumentar os descansos…)
  2. Reduzir o tempo de treinamento diário (geralmente, 30 minutos costumam ser o suficiente).
  3. Evitar apneias respiratórias.
  4. Não realizar exercícios que pressionem o ventre (por exemplo, em alguns aparelhos de “remo para dorsal”.
  5. Não realizar exercícios em decúbito ventral a partir do terceiro ou quarto mês de gestação.
  6. Nos exercícios aeróbicos, baixar o ritmo para não passar de 120 ou 140 batidas/minuto (em funções da idade e da recomendação médica).
  7. Não levar os movimentos até os limites da mobilidade, já que as mudanças hormonais podem provocar instabilidade articular.
  8. Pelo mesmo motivo, realizar alongamentos com cautela especial.
  9. Controlar minuciosamente a hidratação e a dieta.
  10. Os últimos meses são os mais delicados, o médico pode recomendar reduzir a atividade a meros exercícios de mobilidade, sem cargas adicionais.
  11. Evitar exercícios perigosos ou com dificuldade técnica.
  12. Eliminar as atividades esportivas de competição.
  13. Dar especial atenção à temperatura corporal e da sala de treinamento.
  14. Ser cuidadosa com a higiene, com a saúde física e mental.
  15. A recuperação deve ser controlada pelo médico. A maioria das mulheres pode retomar o treinamento normalmente poucas semanas após o fim da gravidez, principalmente se não tiverem complicações e se gozavam de boa forma física anteriormente.

Por Óscar Morán Esquerdo

Posts relacionados